Colégio Web

Quem foi Carna?

Publicidade

Hoje, dia 1º de junho, é considerado por muitos como sendo o Dia de Carna, especialmente para os amantes da rica mitologia romana, e é um dia importante também por conta das relações que levaram à criação do próprio nome do mês de junho.

Mas será que você sabe quem foi Carna? Portanto, para ajudar você a responder a esta pergunta, nós vamos procurar lançar luz sobre este ser mitológico cujas lendas se misturam com questões que fazem parte de nosso universo contemporâneo.

Uma ninfa

Quem foi Carna

Para quem ainda possa não saber, Carna nada mais era do que uma ninfa da mitologia romana que teria recebido um espinheiro florido de Juno, a esposa de Júpiter e a rainha dos deuses.

Por conta disto, em muitos locais da Itália, em especial, colocar um espinheiro florido na porta de casa é considerado por muitos como sendo um grande ritual para afastar o mal por um longo tempo desta morada.

Por ser uma ninfa, Carna tinha por hábito viver nas proximidades de Roma, no rio Tibre e depois de ter despertado a paixão de Jano, o deus dos inícios, das escolhas e das decisões, ela recebeu o poder sobre as dobradiças das portas.

Por este motivo, os romanos passaram a acreditar que ela pudesse trazer proteção às suas moradas, o que virou uma crença que muitos ainda levam até os dias de hoje, especialmente em algumas regiões da Itália.

Ligação com o coração

CarnaEm algumas visões, Carna não é apenas uma ninfa, mas é também uma própria deusa, sendo a divindade que preside sobre o coração e sobre outros órgãos, e por este motivo, ela é conhecida também pelo nome de Cardea.

Além desta ligação com o coração, Carna também era conhecida por ser a protetora dos recém-nascidos, sendo a responsável por defendê-los dos vampiros que pudessem atacá-los no berço.

Por conta de seus encantamentos, ela acabou por proteger e salvar o filho do rei Procas, que era o governante de Alba, e que era descendente direto de Enéias, o filho de Anquises e Afrodite.

Aliás, Enéias é mencionado por Virgílio em sua Eneida, como sendo o próprio fundador de Roma.

Mas voltando à ninfa Carna, atualmente, por conta de sua ligação com Juno, que deu seu nome ao mês de junho, ela acabou sendo considerada como a merecedora do título de protetora das mudanças representadas por este mês, ganhando o seu dia, o Dia de Carna.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados