Colégio Web

Por qual razão existe o ovo de páscoa?

1No período da Páscoa, quando as religiões celebram a morte e o momento de ressurreição de Cristo, há toda uma reflexão sobre os reais significados da vida. O personagem de Jesus Cristo representa a potência máxima de quem se sacrifica por um bem maior. O que todas essas representações da Páscoa têm a ver com a venda de ovos de chocolate? É difícil entender tal relação, não é verdade? Para compreender tal ligação, voltemos um pouco no surgimento do cristianismo. No Mediterrâneo, diversas culturas do Oriente e Leste Europeu usavam os ovos como presentes comuns.

Publicidade

Na chegada da Primavera, por exemplo, a celebração da fertilidade da terra e de todos os fenômenos naturais era sempre feita por tais populações. As pessoas pintavam os ovos, faziam diferentes gravuras e até representam a natureza nessas ilustrações. Noutros momentos, o ovo era cozido em conjunto com ervas e raízes que soltavam corantes naturais.

Mesmo depois da Antiguidade, o costume com os ovos permaneceu vivo. Até mesmo algumas populações pagãs no período da Idade Média gostavam de manter o costume. Havia a adoração para a deusa da Primavera, conhecida como Ostera. Nas figuras que observamos de tal período, a deusa ficava a observar um coelho que saltava enquanto ela permanecia com os ovos nas mãos. É uma simbologia da mulher, do coelho e ovo que reforçam o conceito de fertilidade, tão importante para os povos pagãos.

O ovo como símbolo cristão

2No cristianismo, o ovo passou a ser visto como símbolo depois que, no Concilio de Niceia, em 325 d.C., os clérigos acharam que a entrada de tradições como essas poderiam ser importantes para a união de mais fiéis junto à igreja. Não à toa também observamos imagens com Maria e o próprio Jesus Cristo junto a ovos.

No auge da Idade Média, a nobreza e os monarcas também comemoraram a Páscoa. Os ovos eram feitos de pedras preciosas e ouro. A tradição do ovo de chocolate veio depois, quando no continente americano, a culinária já estava mais desenvolvida.

Nas relações com os astecas e mais quando os espanhóis também se incumbiram de divulgar a culinária pascal por outros espaços do Velho Mundo. Depois de dois séculos, a França começou a se especializar na produção de ovos de chocolate. Até mesmo a energia do cacau serviu para reforçar o ideal pascal começado na antiguidade O fato é que atualmente as pessoas pouco sabem de tamanha tradição em torno do bom e delicioso ovo das Páscoa.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados