Colégio Web

Origem e curiosidades do aperto de mão

Publicidade

Quem nunca encontrou um amigo na rua ou alguém bem próximo e deu um aperto de mão? E naquela reunião de negócio para finalizar um contrato? O aperto de mão também é bem vindo.

Você sabe de onde surgiu o aperto de mão?

Historiadores egípcios encontraram em antigos templos, desenhos representando uma mão estendida de um deus concedendo seu poder a um ser humano. Logo, nesta cultura, provavelmente, este era o único significado deste gesto. É fato que os primeiros humanos e alguns de seus antecessores andavam armados, visto a quantidade de predadores existentes no ambiente hostil onde habitavam formando tribos rivais. Surgia então o aperto de mão, como um gesto de boa vontade para com o rival de outra tribo: um deles estendia a mão, vazia, para demonstrar ao outro que não portava nenhuma arma e desejava um relacionamento pacífico.

Origem e curiosidades do aperto de mão

Já as mulheres primitivas não carregavam armas e por isso não precisaram desenvolver a cultura do aperto de mão. E os resquícios dessa cultura podem ser percebidos na atualidade, observando que as mulheres normalmente preferem formas diferentes para se cumprimentarem, como o abraço e o beijo por exemplo.

Assim, o aperto de mão é, dependendo da cultura, um gesto social relevante que expressa um sentimento positivo de amizade, afinidade ou confiança entre dois seres humano. Pode significar em algumas culturas um gesto de confiança demonstrada na forma de submissão com que ambos ao fazer o gesto, demonstram que confiam na outra pessoa.

O aperto de mão pode significar muito de uma pessoa. Se for fraco é sinal de insegurança e falta de confiança. Em contrapartida, usar muita força pode dar a sensação que a pessoa está tentando intimidar ou pressionar algo. E lembre-se que sempre junto com um aperto de mão o olhar significa muito em um contato para negócio ou naquele charme para o relacionamento futuro.

aperto de mão

Vinte por cento das pessoas não gostam do ato e reclamam de palmas das mãos suadas, pegada frouxa e da falta de contato visual. Entre as mulheres, 32% revelaram nem ao menos se dar ao trabalho de estender as mãos para alguém.

Independente se você é homem ou mulher, sempre mantenha uma relação de cordialidade e educação com as pessoas, incentivando a proximidade com todos e um convívio mutuo com o próximo. Isso ajudará tanto na sua vida como o relacionamento humano, entre todos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados