Colégio Web

O que é o Movimento Passe Livre?

Publicidade

Com a onda surpreendente de manifestações que tomou conta do Brasil inteiro em junho e julho de 2013, muita gente acreditou que realmente coisas novas e diferentes aconteceriam em relação aos rumos do país.

Mas infelizmente, mais de um ano se passou desde então, e com o resultado das eleições realizadas em 2014 para escolher novos deputados estaduais, federais, bem como novos senadores, governadores e também para eleger um presidente da república, ficou claro para muitos que as manifestações mudaram muito pouco, politicamente falando.

Mas no que diz respeito a outros aspectos, é um fato que algum impacto na realidade e no comportamento do brasileiro de uma maneira geral ocorreu, já que mais manifestações passaram a ocorrer, com as mais diferentes reivindicações e com as mais diferentes finalidades, reunindo mais pessoas do que antes dos eventos de 2013.

E de dentro da ebulição e da efervescência causadas pelas manifestações de 2013, emergiu um movimento que acabou se mostrando o cerne de muito do que ocorreu depois dos primeiros eventos em São Paulo por conta de um aumento de tarifa de ônibus, o Movimento Passe Livre. Vamos conhecê-lo um pouco mais?

MPL

Origens

Apesar do que muita gente pode pensar, o Movimento Passe Livre não surgiu na cidade de São Paulo, sendo que suas origens remetem ao ano de 2005, quando ele foi fundado por jovens durante o Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O destaque do movimento, no entanto, só veio mesmo quando ele participou ativamente da organização das manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus em São Paulo no ano de 2013.

A partir destes eventos, o Movimento Passe Livre acabou por ganhar uma projeção nacional, estando por trás da maior parte dos protestos que passaram a ocorrer de modo sincronizado durante o mês de junho em todo o Brasil e que também ocorreram com menor frequência em julho do mesmo ano.

O que defende o Movimento Passe Livre?

Movimento Passe Livre

De acordo com o que as lideranças do Movimento Passe Livre dizem, trata-se de um movimento que defende causas minoritárias, entre outras coisas, como também uma maior participação dos jovens em questões importantes.

O movimento é totalmente independente e apartidário, apesar de se declarar como um movimento que não defende o antipartidarismo, o que explica a presença de algumas lideranças em ações ligadas a alguns partidos políticos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados