Colégio Web

O que é o chulé?

Publicidade

O mal cheiro nos pés, conhecido como chulé, ataca pessoas por toda a parte do mundo. Este odor pode atingir desde as crianças até os idosos, e, claro, ele causa um grande incômodo e ainda é motivo de timidez.

Tirar os sapatos num ambiente com mais pessoas pode ser uma tarefa complicada, afinal de contas, provoca um grande constrangimento por conta daquele cheiro terrível que começa a tomar conta do local.

Mas você sabe o que é o chulé, como ele começa a ser produzido no corpo? Para você ficar por dentro sobre tudo deste assunto, você vai entender logo abaixo muito além do que a visão popular, mas sim, da forma mais científica deste processo. Confira!

Como se forma o chulé

Chulé

O chulé é o nome popular que se dá a “bromidrose”, causada pelo suor em excesso que ocorre na planta dos pés e acaba se agravando pela falta de higiene do indivíduo.

Aquele mau cheiro começa a ocorrer mesmo por conta da ação das bactérias que se alimentam do suor e também das demais substâncias que se encontram na pele desta região.

Essas bactérias se encontram na parte da epiderme, que é uma camada superficial localizada na pele do corpo todo. Assim, o suor e a falta de higiene correta são uma verdadeira porta de entrada para a umidade e o aumento da proliferação das bactérias. E o cheiro ruim começa a aparecer por conta do processo de fermentação causado pela liberação de gases, o tão conhecido mal cheiro.

Como prevenir e tratar

Chulé

A prevenção deve ser feita por meio da higienização correta! É preciso lavar os pés com água e sabão todos os dias, e secar bem. A área precisa estar sempre seca para não causar umidade na região; o uso de secador também pode ser uma ótima saída para deixar os pés sempre secos.

Usar sapatos fechados o dia inteiro é uma excelente porta de entrada para bactérias, e por isso, na hora de remover o calçado, é preciso deixar o pé respirar para que ele possa secar. Os sapatos também precisam tomar um ar e ficar no sol para evitar a umidade.

Utilize talco nos sapatos, mas se ainda persistir o sintomas e o mal cheiro continuar, procure um dermatologista para saber qual será a indicação mais apropriada para o seu caso.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados