Colégio Web

O que é o alcoolismo?

Entenda as causas, sintomas e consequências do alcoolismo

Publicidade

O alcoolismo também é conhecido como síndrome de dependência do álcool. Muitas pessoas não têm ideia de que esse problema é uma doença, inclusive com sintomas.

De acordo com os especialistas, os principais sintomas observados são: forte necessidade de beber compulsivamente; perda do controle em relação às doses. O indivíduo não consegue parar de beber depois que ingere a primeira dose.

A dependência é um outro sintoma. Ela ocorre no formato físico. Quando o alcoólatra tenta fazer o processo de abstinência, começa a sentir náuseas, suores, tremores. Também é observada muita ansiedade, especialmente quando há uma interrupção na ingestão do álcool. Esse tipo de problema também é observado quando há dependências de outras drogas. Outro sintoma bem característico está no fato do indivíduo não conseguir se contentar com baixas doses da bebida.

O universo dos alcoólatras

alcoolismoA quantidade não interfere, mas sim o fato do alcoólatra não conseguir se controlar. Muitas pessoas não conseguem compreender porque tais indivíduos não conseguem se livrar do vício. Nem sempre a força de vontade pode ser suficiente, justamente porque o alcoolismo é, comprovadamente, uma doença. Em alguns casos, a ânsia pela bebida é similar à fome ou sede.

Nesse sentido, toda e qualquer ajuda externa é decisiva para que o doente consiga ter esperanças quanto ao problema. Diferentes tipos de tratamento devem ser realizados para que uma possibilidade de cura seja aberta. No Brasil, já existe um grupo específico, chamado Alcoólatras Anônimos, que visa atuar na recuperação de viciados em álcool.

Quando ocorre a recuperação, começa o período de reconstrução das vidas dessas pessoas. Elas percebem o quanto “perderam” tempo e buscam novas formas de conviver coletivamente, sem serem influenciadas pela presença do álcool.

Quais as causas do alcoolismo?

Muita gente se pergunta qual é a causa principal do alcoolismo. Na verdade, os especialistas explicam que há fatores genéticos e ambientais influenciando no processo. Alguns indivíduos usam o álcool e seguem normalmente suas vidas, enquanto outros acabam cedendo drasticamente ao vício.

É possível que um alcoólatra tenha sofrido influência genética, mas o ambiente em que ele foi criado, as influências dos amigos e do próprio espaço do trabalho também são espaços marcantes. Mesmo a influência genética, não é um fato dado como certo: seu pai foi alcoólatra e você também vai ser? Nem sempre. Os especialistas divergem sobre esse aspecto e ainda há muita prevalência quanto aos demais fatores que causam a dependência.

alcoólatra

Você já vivenciou algum caso de alcoolismo e acompanhou o processo de perto? O que mais chamou a sua atenção? Que tipo de tratamento você considera surtir mais efeito para quem convive com esse tipo de doença?

E quando o alcoolismo é incentivado na adolescência, o que deve ser feito? Que outros tipos de vício você considera tão graves quanto o álcool? Mande a sua opinião e deixe seu comentário para que o debate possa ser ampliado!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados