Colégio Web

Jogos Paraolímpicos

Sem uma mão e parte do braço direito, Natalia Partyka, da Polônia, venceu Mie Skov, da Dinamarca.

Publicidade

Os jogos olímpicos começaram e com eles mais participações de pessoas com deficiências, dentre elas, a polonesa Natália Partyka, tenista que deu um belo exemplo ao jogar com uma não deficiente, e conseguiu vencer.

O que são paraolimpíadas?

É um evento desportivo, que consiste em competições entre atletas de alto nível, desde portadores de algum tipo de deficiência, sejam elas sensoriais ou físicas.

Jogos paraolímpicos no Brasil

O jogo paraolímpico começou a ser praticado no Brasil em 1958. O cadeirante Robson Sampaio de Almeida em parceria com seu amigo Aldo Miccollis, fundou o clube Otimismo. Depois de alguns meses Sergio Seraphin Del grande, também deficiente físico, criou o Clube dos Paraplégicos de São Paulo.

A vontade de trazer o esporte paraolímpico ao Brasil nasceu quando eles se tratavam em um hospital estadunidenses e tiveram a oportunidade de presenciar a prática esportiva de pessoas com cadeiras de rodas, principalmente no basquete.

O primeiro esporte paraolímpico por aqui foi o de basquete em cadeiras de rodas, depois com o passar do tempo outras modalidades foram aparecendo, com a procura grande de pessoas com deficiência, houve a necessidade de se criar uma entidade que passasse a organizar o esporte paraolímpico.

E, em 1970 foi fundada a Associação Nacional de Desporto para deficientes (ANDE). Depois, alguns atletas paraolímpicos disputaram os Jogos de Toronto, onde conquistaram as primeiras medalhas.

Já na década de 80 o número de atletas com deficiência cresceu bastante, exigindo a criação de novas associações. Devido essa demanda em 1984 foi fundada a Associação Brasileira de Desporto para Cegos (ABDC) e a Associação Brasileira de Desporto em Cadeiras de Rodas (ABRADECAR).

O crescimento e o reconhecimento da modalidade foi tamanha que os atletas brasileiros disputaram os jogos de Nova Iorque conquistando 6 (seis) medalhas.

Em Nova Iorque foram disputadas as provas para deficientes visuais, amputados e paralisados cerebrais. Já em Stoke Mandeville, na Inglaterra, foram disputadas as provas para cadeirantes. O Brasil também obteve uma boa colocação e conquistou 21 medalhas.

Além destas, a partir de 1997 a Confederação Brasileira de Desporto para Surdos (CBDS) passa a representar o Brasil no Comitê Internacional de Esportes de Surdos, mas as modalidades para este tipo de deficiência não estão incluídas no programa de competições dos Jogos Paraolímpicos.

Modalidades do Esporte Paraolímpico

  • Atletismo
  • Basquetebol
  • Bocha
  • Ciclismo
  • Esgrima
  • Futebol de 5
  • Futebol de 7
  • Goalball
  • Halterofilismo
  • Hipismo
  • Judô
  • Natação
  • Remo
  • Rugby de cadeira de rodas
  • Tênis de Mesa

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados