Colégio Web

Ferrugem causa tétano?

Publicidade

Toda criança já ouviu alguma vez da mãe para tomar cuidado com pregos ou com qualquer material enferrujado, pois eles poderiam causar tétano. E a informação de criança fica tão presa em nossas mentes, que grande parte das pessoas assume o fato como verdade e nunca se preocupa em procurar se a ferrugem dos materiais realmente pode causar tétano.

A grande verdade é que muita gente já ouviu falar muito da doença, mas na verdade nem sabe direito o que é o tétano e o que ele pode causar o ser humano. E é exatamente por isso que reunimos aqui uma série de informações que vão explicar com mais detalhes o que é realmente o tétano e se a ferrugem pode mesmo causar a doença.

Ficou curioso? Continue lendo e confira.

Afinal de contas, o que é tétano?

Tétano Ferrugem

O tétano nada mais é do que uma doença que é infecciosa que é causada por uma toxina específica, que é produzida pela bactéria conhecida como Clostridium tetani. As pessoas infectadas com a toxina desenvolvem a doença, que provoca tensão muscular e que pode afetar inclusive músculos do pescoço.

Isso pode desencadear dificuldades de deglutição ou mesmo insuficiência respiratória, já que a doença também pode afetar os músculos do abdômen e do diafragma. Tudo isso pode resultar até mesmo na morte da pessoa doente.

E é verdade mesmo que a ferrugem causa tétano?

Em termos gerais, o tétano é transmitido da seguinte forma. A bactéria que produz a toxina que causa a doença, a Clostridium tetani, vive no intestino de animais e também pode ser encontrada no solo, em poeira e também em fezes de animais.

Essa bactéria produz espécies de esporos que, quando entram em contato com alguma espécie de ferimento, ou tecidos necrosados ou queimados, pode desencadear o tétano na pessoa.

Tétano

Há também uma espécie especial de tétano, que é conhecida como tétano neonatal. Essa variação da doença é bem específica e é transmitida logo após o nascimento da criança e pode ser causada pelo uso de objetos que estejam contaminados ou mau higienizados no corte do cordão umbilical, ou mesmo por cobrir o umbigo da criança com materiais que não estejam higienizados da maneira correta.

No fim das contas, a verdade é que qualquer objeto – desde que este esteja contaminado – pode provocar a doença, visto que o tétano é causado por meio da entrada de esporos da bactéria dentro de lesões de qualquer espécie.

O que acontece é que, por objetos enferrujados estarem expostos há muito tempo, as pessoas relacionam o tétano a ele. Isso porque eles estariam mais sujeitos ao contato com a bactéria que produz as toxinas causadoras do tétano.

E apesar de objetos enferrujados serem sim um transmissor em potencial, eles não são o único meio de transmissão da doença. Isso porque a bactéria pode se alojar em diversos locais que não objetos enferrujados. Ou seja, a ferrugem em si não causa tétano coisa nenhuma.

É importante lembrar que a única forma de prevenção da doença é por meio de vacinação.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados