Colégio Web

Falhas na teoria keynesiana

Publicidade

John Maynard Keynes é considerado por muitos como sendo um dos mais importantes economistas da História, figurando ao lado de nomes de vulto, como John Locke, Thomas Jefferson e Adam Smith.

Keynes, com seus tratados e com seus escritos, acabou por influenciar toda uma geração de pensadores e de economistas, com a formulação do que hoje se entende por teoria keynesiana.

No entanto, há quem diga que é possível encontrar algumas falhas nesta teoria, inclusive, conseguindo expor que o próprio Keynes talvez não seja um liberal como muitos pensam. Vamos entender um pouco mais?

Um defensor e tanto da livre sociedade

Falhas na teoria keynes

Keynes, acima de tudo foi um defensor e tanto do que se acredita e se entende por livre sociedade, sendo um grande propagador de alguns dos ideais que eram defendidos pelos baluartes do liberalismo clássico citados anteriormente.

No entanto, como era de se esperar, seu pensamento liberal apresentava forma diferente da que era apresentada pelos liberais clássicos, especialmente pelo fato de Keynes ter se preocupado em adequar as ideias clássicas para atender às demandas da realidade moderna.

As críticas

Para muitos, as críticas feitas por nomes como o de W. H. Hutt, que sempre procurou identificar falhas no sistema keynesiano, foram importantes para que alguns teóricos atuais também conseguissem determinar que há de fato algumas falhas nele.

Hutt sempre criticou Keynes por identificá-lo muito mais com os valores e com os ideais mercantilistas do que com os valores e ideais liberais, o que ficava evidente na forma como ele próprio definia Keynes: um homem que quer “que nós acreditemos que os mercantilistas estavam certos e que as críticas feitas a eles pelos clássicos, erradas.”.

Falhas na teoria keynesiana

A discordância de Keynes com a teoria econômica clássica

Apesar de ser considerado um liberal, a verdade é que Keynes, em um dado momento de seus estudos, acabou por dar uma verdadeira guinada na direção do neomercantilismo.

Pois esta guinada se deu devido ao fato de que Keynes conseguiu identificar falhas na chamada teoria clássica, e com isto, acabou fazendo com que algumas das ideias defendidas por nomes clássicos fossem deixadas de lado.

Por isso, Hutt, que como já foi dito anteriormente, era um ferrenho crítico de Keynes e de seus trabalhos, acabou por apontar algumas falhas importantes no pensamento que forma a base para a teoria keynesiana.

Hutt, entre outras coisas, sempre achou inadmissível que a teoria keynesiana fosse capaz de formular apontamentos sobre liberalismo, deixando de lado a autoridade reconhecida de nomes do peso de Hume, de Smith e Wicksteed.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados