Colégio Web

Como surgiram as modas de viola?

Publicidade

Moda, palavra de origem portuguesa, significa canto, música ou melodia. Aqui no Brasil, ganhou um significado de “canções que fazem sucesso entre as pessoas que moram na zona rural”.

Especialmente nas regiões centro-oeste e sudeste, a moda de viola é bastante cultuada. Uma moda de viola é escrita e previamente decorada pelo intérprete ou compositor. Por outro lado, no Nordeste, a moda é improvisada pelos seus cantadores.

moda de viola

Na grande maioria das modas, três temas vão se fazer muito presentes: a vida do boiadeiro, a luta do lavrador e as pequenas e interessantes histórias do povo caipira, inclusive aquelas que envolvem a morte e o amor.

Do ponto de vista do formato, as modas de viola serão compostas em uma narração de recital. É uma história sendo minuciosamente contada. Com melodias livres, parece poesias faladas e acompanhadas por instrumentos musicais. Para os especialistas, trata-se de uma viola sendo solada na melodia de diferentes vozes.

De que trata a moda de viola?

Esse tipo de música vai descrever os costumes caipiras ou mesmo satirizá-los de forma bem interessante. Outro elemento marcante são os animais e personagens que convivem com o homem do campo.

Duas vozes, na maioria das vezes, dão o tom das modas de viola. Há intervalos musicais e o som vai sendo cadenciado pelo instrumento da viola. As métricas são compostas por sete sílabas, chamadas de redondilhas maior. Em alguns casos, observam-se cinco sílabas. No caso das estrofes, são formadas por sextilha, oitavas e quadras. Mais raramente se observam as décimas.

São Paulo tem tradição

São Paulo é um dos estados com bastante tradição no culto à moda de viola. Os modistas de São Paulo entendem a quadra como verso-de-dois-pés; as sextilhas são denominadas versos-de-três-pés e as oitavas são conhecidas como versos dobrados ou ainda moda-dobrada.

Uma curiosidade: no Brasil da moda de viola o nome “pé” é também conhecido como “verso”, a partir do número de rimas. No caso de São Paulo, as rimas são fixas e encarreiradas. Os cantadores, para chamarem o povo a ouvir suas modinhas cantam em diferentes espaços. É o levante, é o encabeçamento da moda de viola. Quando termina, há o momento do “arto” ou do baixão. Com o passar do tempo, o universo das cidades também acabou sendo levado para as letras das modas de viola.

E no Nordeste?

moda de viola

As modas do Nordeste são recheadas de sextilhas, martelo, moirão, quadrão e galope. As improvisações são realmente fantásticas, com uso da redondilha maior com sete sílabas. Em pares, os cantadores fazem verdadeiros desafios entre si.

Os pesquisadores apontam que as primeiras modas de viola foram criadas anos 30, a partir de Cornélio Pires, Mandi e Sorocabinha, Zico Dias e Ferrinho, Caçula e Marinheiro, Laureano e Soares, dentre outros. Tempos depois, Tonico e Tinoco, Torres e Florêncio também conquistaram seus espaços. De lá pra cá o ritmo se consolidou e fez a cabeça de muitas gerações. E vocês, vão ouvir uma bela moda de viola para comprovar tanta beleza?

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados