Colégio Web

Como reconhecer uma planta tóxica?

1A natureza muitas vezes nos engana. Não raro, ao observarmos uma planta muito bonita queremos logo pegá-la e até mesmo sentir seu cheiro. O problema ocorre quando uma dessas espécies é tóxica. E aí, como reconhecer? A planta tóxica pode provocar coceira, vômito, vermelhidão e até falta de ar. Podem interferir nos batimentos cardíacos e, em algumas situações, até mesmo levar à morte.

Publicidade

Mas, o que faz com a planta seja tóxica? É uma forma que ela cria para se defender dos predadores. Quando eles ingerem um pedaço daquele vegetal e não se sentem bem, não voltarão a querer comê-lo. Nesse sentido, nós humanos precisamos ficar mais atentos e não sair levando qualquer pedaço de mato à boca. E com relação às crianças, como fazer com que tenham mais cuidado? Antes de mais nada, se a criança vive no campo é preciso que os pais estejam atentos e conheçam as espécies que são prejudiciais. É preciso que isso seja ensinado às crianças.

Quando se sabe aonde mora o perigo, evitar que esse tipo de vegetação esteja presente na região próxima à nossa casa. Caso elas já estejam plantadas, deve-se tirá-las desse espaço ou proibir que as crianças se aproximem.

O que fazer quando ter contato com essas espécies?

2Se mesmo com todos os cuidados você acabou passando por esse tipo de situação, procure o médico o quanto antes. Além disso, guarde a planta e procure um especialista. Respeitar a natureza é um aspecto muito importante. Afinal de contas, as plantas e os animais também precisam criar as suas táticas de defesa para sobreviver em um ambiente tão hostil por vezes.

Confira abaixo algumas das plantas tóxicas já catalogadas pela ciência. Evite que esse tipo de espécie seja plantada em jardins, quintais, parques, vasos, praças e terrenos baldios:
1- Comigo-ninguém-pode. Nome científico: Dieffenbachia picta;
2- Tinhorão ou caládio (Caladium bicolor);
3- Taioba-Brava (Colocasia antiquorum);
4- Copo-de-Leite (Zantedeschia aethiopica).

1- Bico-de-papagaio. Nome científico: Euphorbia pulcherrima;
2- Coroa-de-Cristo (Euphorbia milii);
3- Avelós (Euphorbia tirucalli);
4- Mandioca-Brava (Manihot utilissima): somente a raiz e as folhas são tóxicas.

1- Mamona. Nome científico: Ricinus communis. Somente as sementes são tóxicas;
2- Cinamomo (Melia azedarach): somente os frutos e as folhas são tóxicos;
3- Aroeira-brava ou bugreiro (Lithraea brasiliensis);
4- Saia-Branca (Datura suaveolens).

1- Urtiga (Fleurya aestuans): somente os pelos do caule e as folhas são tóxicos, irritando a pele caso sejam tocados;
2- Espirradeira (Nerium oleander);
3- Chapéu-de-Napoleão (Thevetia peruviana): a ingestão e o contato com o látex provocam sintomas;
4- Pinhão-roxo (Jatropha curcas): somente as folhas e os frutos são tóxicos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados