Colégio Web

Clube Militar lança Campanha pela Moralidade Nacional

Publicidade

O momento brasileiro é realmente dos mais difíceis dos últimos anos, com crises de corrupção, com problemas estruturais, manifestações contra o governo federal da presidente Dilma Rousseff e com um futuro não tão promissor em termos econômicos pela frente.

Com isto, surgem diversos movimentos contrários ao que está ocorrendo nas esferas mais importantes do país, especialmente na esfera federal, sendo que alguns destes movimentos têm viés um tanto duvidoso e que despertam desconfiança em muita gente.

É o caso do Clube Militar, que acaba de lançar a chamada Campanha pela Moralidade Nacional, que apresenta um nome muito similar ao que era visto momentos antes do Golpe Militar de 1964. Vamos conhecê-lo melhor!

Um fórum de debates

Campanha pela Moralidade Nacional

Apesar de ter um nome que pode causar calafrios em algumas pessoas, especialmente nas pessoas que vivenciaram os obscuros anos da Ditadura Militar brasileira, a Campanha pela Moralidade Nacional tem um viés um pouco mais democrático.

A intenção do Clube Militar, que idealizou a campanha, é criar um fórum de debates dentro de seu próprio site, para que pessoas possam discutir o momento atual do país, com base em algumas publicações que serão feitas para dar insumo para o debate.

Artigos com mote no combate à corrupção darão a tônica do fórum, mas também haverá a presença de artigos que convidam as pessoas a discutir a crise política do Brasil.

Lançamento oficial da campanha

Clube Militar Campanha pela Moralidade NacionalA Campanha pela Moralidade Nacional será lançada de modo oficial durante uma solenidade que será realizada na sede do Clube Militar, que está localizada na cidade do Rio de Janeiro, no centro.

Nesta solenidade, algumas autoridades importantes deverão marcar presença, e com certeza, discursos contra a corrupção e contra o governo Dilma deverão ser proferidos para a observação dos presentes.

Sem riscos de novo golpe

Segundo palavras do general da reserva Gilberto Rodrigues Pimentel, que participou das manifestações do último domingo (15 de março), o Clube Militar rejeita qualquer possibilidade de intervenção militar no país.

Para ele, este tipo de atitude não seria a saída para a crise na qual se encontra o atual governo federal, encabeçado pela presidente Dilma Rousseff, que enfrenta seu pior momento desde que foi eleita para o primeiro mandato, em 2010.

Gilberto defende que apenas a discussão saudável seja promovida, já que esta é a intenção da Campanha pela Moralidade Nacional: promover uma discussão saudável que traga soluções que mantenham o país dentro dos preceitos democráticos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados