Colégio Web

Asteroide passará próximo da Terra no dia 26 de janeiro

Publicidade

Uma notícia deixou a comunidade cientifica de “cabelo em pé”, já que a NASA confirmou que no próximo dia 26 de janeiro de 2015, um asteroide passará próximo da Terra.

Mas antes que você comece a fazer uma lista de coisas que pretende fazer antes do fim do mundo, fique tranquilo, pois a NASA já descartou completamente o risco de colisão do corpo celeste com o nosso planeta.

Enfim, agora que você está mais aliviado, vamos conhecer um pouco mais sobre o que é um asteroide e sobre este em especial, que passará tão próximo da Terra, num evento que é realmente muito raro.

O que são asteroides?

Asteroide passará próximo da Terra no dia 26 de janeiro

Para quem possa não saber, asteroides são corpos celestes, normalmente formados por rochas e também por metais, sendo que eles normalmente possuem uma órbita bem definida ao redor do Sol.

No entanto, por conta de sua massa inferior à dos planetas que compõem o nosso Sistema Solar, por exemplo, eles com frequência acabam se desgarrando de sua órbita original para ir de encontro a outros corpos celestes maiores.

Isto explica a presença de crateras na Lua ou na própria Terra, por exemplo, que recebem impactos de asteroides de tamanhos diversos (pequenos, em sua grande maioria) há bilhões de anos.

2004 BL86

Asteroides

Segundo a NASA, este é o nome do asteroide que passará próximo da Terra em 26 de janeiro deste ano: 2004 BL86, um corpo celeste de aproximadamente 500 metros de diâmetro.

De acordo com observações em relação à sua trajetória, muito provavelmente o asteroide 2004 BL86 deverá passar bem próximo da Terra na próxima segunda-feira, o que deixou muita gente preocupada.

Mas como já foi dito anteriormente, já ficou completamente descartada a possibilidade de colisão do corpo celeste com nosso planeta, o que é algo realmente bom de se saber, já que se trata de um asteroide com uma altura equivalente a um prédio com 160 andares.

A observação de sua passagem próxima da Terra será possível inclusive para astrônomos amadores, o que animou a imensa comunidade de observadores dos céus do mundo todo.

Para comprovar que se trata de um evento realmente raro de ser observado, o fato é que esta deverá ser a primeira vez em 200 anos que um asteroide com este tamanho passa tão perto da Terra.

Só que desta vez, o evento não deverá esperar tanto para se repetir, já que a NASA já prevê a passagem de outro asteroide, um pouco maior (com 800 metros de diâmetro) em 2027.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados