Colégio Web

Regras da construção das orações

1Uma oração representa um conjunto de palavras que, ao se estruturar próxima de um verbo, formará uma nova mensagem. Dessa forma, podemos dizer que não existir o elemento verbo, as estruturas linguísticas não poderão ser chamadas de orações.

Publicidade

Na verdade, a oração é o precede a formação do período. Para ser formada, uma oração passa pela criação de alguns termos. É o caso do predicado e do sujeito, presentes na maioria das orações. Há outros termos não tão frequentes que aparecem apenas em algumas situações: é o caso do adjunto, complemento nominal e etc.

E para que servem as orações? Para transmitir mensagens. Para completar os sentidos de uma outra oração ou mesmo frase.

Tipos de oração

2As orações estão classificadas em três tipos.

Oração absoluta: aquele que, sozinha, forma uma frase inteira. Ou seja, nesse tipo de oração a mensagem é transmitida sem qualquer necessidade de ajuda ou complementos de outras orações ou frases. É um tipo de oração absoluta, com sentido de frase verbal.
“Joana dorme bastante”.

Oração coordenada: é o tipo de oração que se completa, mas que possui equivalência na sintaxe. É o mesmo que se observar duas orações em um mesmo período, sendo que elas se completam a partir de outras mensagens, mas também podem ser separadas para manter um sentido individual.
“O gato comeu a carne e saiu mansinho”.

Oração subordinada: quando se observam dependências de significados entre mais de uma oração. Elas se subordinam. As dependências ou hierarquias entre tais orações servem para que, quando separadas, não ocorra dificuldade no significado. É por isso que se analisa que estão subordinadas entre si.
“Mariana fez o serviço, conforme foi solicitado”.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados