Colégio Web

Concordância com o sujeito composto

Publicidade

II. concordância com sujeito composto 
Sujeito anteposto

O sujeito vai para o plural quando ele está anteposto ao verbo.

Exemplo:

O mar e a ondas encantavam.

Existem três casos que mesmo sendo o sujeito composto anteposto, ele fica no singular: 
1. Quando formado por palavras sinônimas. Neste caso, também poderá assumir a forma no plural.

Ex.: A alegria e satisfação mostra como foi ótima a apresentação

2. Quando o sujeito for constituído por núcleos dispostos em gradação.

Ex.: Neste caso, também poderá assumir a forma no plural.

Um som, uma voz, um pequeno ruído, já nos irritava.

3. Quando o sujeito apresenta-se resumido por palavras, tais como: alguém, ninguém, cada um, tudo e nada. Neste caso, não ocorre plural.

Ex.: Churrasco, bebida, bolo, piscina, nada faltou na festa.

Sujeito posposto

O sujeito vem depois do verbo, e por isso tem duas construções.

1. O verbo ficará no plural. 
• Passeavam de bicicleta Aninha e as crianças.

2. O verbo concorda com o núcleo mais próximo.

• Passeava de bicicleta Aninha e as crianças.

Sujeito composto por PESSOAS GRAMATICAIS DIFERENTES 
Quando as pessoas gramaticais são diferentes, o verbo muda para o plural, sendo que a prevalência está relacionada à pessoa gramatical mais baixa.

Seguindo a seguinte regra:
1ª e 2ª pessoa; o verbo fica na 1ª p. do plural.
2ª e 3ª pessoa; o verbo fica na 2ª p. do plural.
1ª e 3ª pessoa; o verbo fica na 1ª p. do plural.

Por exemplo:

Eu e ele fomos ao cinema.
Tu e ele comprastes o ingresso?

Sujeito correlacionado com determinadas expressões

Quando o sujeito estabelecer uma correlação com expressões do tipo: Não só… mas também, Tanto… como, etc., o verbo passa para o plural:

Exemplo:
Não só as mesas, mas também as cadeiras estavam sujas.
Tanto o rapaz como a moça cantavam muito bem.

Sujeito composto ligado por COM.
Quando representar a função de conector aditivo juntando os núcleos do sujeito, o verbo passará para o plural:

Exemplo:

A avó com a neta passearam de trem.

Quando a palavra “com” serve apenas para reforçar um elemento da frase, o verbo permanece no singular: 

Exemplo:
A professora, com todos os seus alunos, foi para outra sala.

Sujeito composto ligado por bem como e assim como
O Verbo estará sempre de acordo com o 1º elemento.

Exemplo:

O computador, bem como as impressoras, está quebrado.
As funcionárias, bem como a gerente, não estavam contentes com a situação.

Sujeito composto ligado por OU

Quando um sujeito composto está ligado por ou, há duas possibilidades:

Quando ou representa a idéia de exclusão, o verbo fica no singular ou concorda com o sujeito mais próximo.

Exemplo:
Alice ou Joana será a representante de sala. 

Quando ou não representa a idéia de exclusão, ele passa para o plural. 

O livro ou computador são excelentes recursos de pesquisa. 

Expressões como um e outro, nem um nem outro, nem… nem 

No caso destas expressões, há duas possibilidades: o verbo pode estar no plural ou no singular.

Exemplo:
Nem um nem outro aceitou a proposta.
Nem um nem outro aceitaram a proposta. 

Obs.: Quando a frase expressar reciprocidade, o verbo passa para o plural. 
Exemplo:

Nem um nem outro se gostam.

Sujeito com núcleo precedido do pronome CADA

O verbo sempre ficará no plural.

Exemplo:

Cada blusa, cada calça, cada camisa, apresentava um defeito de fabricação. 

Sujeito formado de infinitivo
Quando o sujeito se constituir de um verbo no infinitivo, o mesmo ficará no singular. Somente quando os verbos forem antônimos ou forem determinados é que ele passa para o plural. 

Exemplo:
Errar e assumir é um ato de honestidade.
Dormir e acordar são dedicações diárias da vida do ser humano.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados