Colégio Web

Possível

2É a partir das orientações dos gramáticos que vamos compreender um pouco mais o significado da concordância nominal do termo “possível”. Entre alguns estudiosos, a partir do que dizem os aclamados escritores, a orientação é que “possível”, quando funcionando como adjetivo, em uma expressão superlativa, pode ficar invariável ou flexionado.

Publicidade

Observemos em formatos invariáveis

“Estas frutas são as mais saborosas possível.” (Carlos Góis)
– “À volta, esperava-nos sempre o almoço com os pratos mais requintados possível.” (Maria Helena Cardoso)
Com flexões

– “De modo geral, as características do solo são as mais variadas possíveis.” (Murilo Melo Filho)
– “A mania de Alice era colecionar os enfeites de louça mais grotescos possíveis.” (Ledo Ivo)

Exceção

Por outro lado, quando o termo “possível “ vir acompanhado de uma expressão superlativa – a menos, o mais, a pior, o melhor – haverá concordância do adjetivo “possível” sempre com o artigo que estiver integrado ou mais aceito pelos estudiosos da gramática. Observe os exemplos seguintes.

Os edifícios devem permanecer o mais afastados possível.
Ela trazia sempre as madeixas o mais bem cortadas possível.
A médica atendeu o maior número de gestantes possível.
As intenções eram as melhores possíveis.
Os resultados foram os piores possíveis.
Ela escolhia as atividades menos penosas possíveis.
João escolheu a esposa mais bonita possível.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados