Colégio Web

Poluição e chuva ácida

Publicidade

12. Poluição e chuva ácida

Sem a poluição a chuva já tem seu grau de acidez

Nitrogênio (N2): 78%, oxigênio (O2): 21%, argônio (Ar), 0,9%, gás carbônico ou dióxido, (CO2), 0,03%, esta é a composição do ar atmosférico, quando não está poluído e seco.

A chuva de uma área em que o ar não está poluído e que não ocorrem relâmpagos é pouco ácida, pois o carbono está presente na composição do ar.

Ocorre que, quando o dióxido de carbono reage com a água da chuva, resultando na formação do ácido carbônico (H2CO3), que é ionizado, de forma bem fraca.

H2O + CO2 → H2CO3 → H+ + HCO-3

A chuva com poluição é fortemente ácida
O monóxido de carbono (CO) é produzido por queima de combustível fóssil, e também o gás carbônico (CO2), porém, o monóxido de carbono no sangue pega o lugar do oxigênio na hemoglobina.

C + O2 → CO2
C + 1/2O2 → CO

O dióxido de enxofre (SO2) produzido quando o combustível é queimado se torna extremamente venenoso. A chuva se torna muito ácida quando em um espaço de tempo o dióxido de enxofre reage com mais oxigênio, resultando no que chamamos de trióxido de enxofre, é constituído com a água da chuva o ácido sulfúrico, que é ionizado.

S + O2 → SO2
SO2 + 1/2O2 → SO3
SO3 + H2O → H2SO4

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados