Colégio Web

Componente tangencial

Publicidade

3. Componente tangencial 

A componente tangencial é a componente da aceleração vetorial na direção do vetor velocidade e indica a variação do módulo deste, ou seja, é usada para acelerar ou retardar a partícula. A componente tangencial da força resultante é a causa determinante de qualquer mudança de módulo da velocidade. 

A componente tangencial da resultante e a velocidade vetorial, supostas não nulas, terão sempre a mesma direção, que é a da reta tangente à trajetória.
Ao acelerar o movimento, ou seja, quando o módulo da velocidade estiver aumentando, a componente tangencial  terá o mesmo sentido da velocidade vetorial e, ao retardar o movimento, a componente tangencial da resultante terá sentido oposto ao da velocidade vetorial. 

Quando a partícula estiver em repouso ou quando o movimento for uniforme com qualquer trajetória, a componente tangencial  será constantemente nula. 

Verificamos que a intensidade da componente tangencial (m|y|) independe da trajetória, sendo nula somente quando a aceleração escalar também for nula. 

Em movimentos uniformes variados (y = cte ≠ 0), com qualquer trajetória, a componente tangencial da resultante terá módulo constante (m |y|) e não nulo. 

Somente no movimento retilíneo (direção constante) e uniformemente variado (módulo e sentidos constantes) é que a componente tangencial da resultante será constante e não nula.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados