Colégio Web

Fases da colisão

Publicidade

2. Fases de colisão
 
Fase de deformação
 

Esta fase tem início quando os corpos entram em contato e se deformam reciprocamente. A velocidade relativa entre os corpos se reduz gradativamente e a energia cinética do sistema pode se converter em outras modalidades de energia, como: 

energia potencial elástica: permanece armazenada no sistema, podendo voltar a ser cinética; refere-se ao trabalho desenvolvido nas deformações elásticas. 

trabalho: em deformações plásticas ou permanentes. 

energia térmica: associada ao aquecimento dos corpos. 

energia sonora ou acústica: associada ao barulho produzido por ocasião do impacto. 

Quando a velocidade relativa entre os corpos se anular, ou seja, quando os corpos que estão em colisão atingirem a mesma velocidade, dizemos que é o fim da fase de deformação. 

A fase de deformação sempre existe na colisão. 

Fase de restituição 

É a fase que se inicia após o término da fase de deformação. Nesta fase as deformações elásticas somem e a energia potencial elástica armazenada volta a ser energia cinética, podendo produzir energia térmica e acústica. Quando os corpos se separam dizemos que a fase de restituição chegou ao fim. 

A fase de restituição pode não existir.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados