Colégio Web

Colisão elástica ou perfeitamente elástica

Publicidade

5. Colisão elástica (ou perfeitamente elástica) 

O coeficiente de restituição é equivalente a 1, ou seja, e = 1. Isto é, V af = V ap, e logo, a energia cinética final do sistema será igual à energia cinética inicial, isto significa que, temos um sistema de forças conservativo. 

Durante a fase de deformação, a energia cinética do sistema transforma-se somente em energia potencial elástica, portanto não há produção de energia térmica e sonora, nem deformações permanentes. 

Na fase de restituição, a energia potencial elástica armazenada volta a se transformar em energia cinética. 

Importante: no decorrer da colisão, a energia cinética do sistema é variável e a energia mecânica total (soma da energia cinética com energia potencial elástica) é constante.
 
Se a colisão não for elástica (0 ≤ e < 1) ela será denominada inelástica ou anelástica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados