Colégio Web

Variação das propriedades de acordo com a posição na Tabela Periódica

Publicidade

6- Variação das propriedades de acordo com a posição na tabela periódica

Tamanho dos átomos

Carga nuclear 

É o número de prótons, ele dispõe-se a aproximar os elétrons para perto do núcleo.

Efeito de Proteção dos elétrons Internos 

É para evitar que os elétrons externos cheguem muito perto do núcleo.

Existe um problema, que é o de identificar qual dos fatores que atuam é mais forte, e produzem efeitos opostos.

Observe na ilustração abaixo que o átomo é maior que o seu cátion, e o ânion é maior que o átomo respectivo. 

Variação do tamanho atômico dentro dos grupos:

Conforme ocorre aumento de número atômico, os átomos aumentam o tamanho, dentro do grupo, devido ao efeito dos níveis intermediários que aumenta o raio, predominando sobre o efeito de maior carga nuclear, resultando na diminuição do raio. Observe abaixo: 

Variação do tamanho atômico dentro dos períodos:

Observe que cada período de Li para f, os átomos diminuem de tamanho, pelo fato de ocorrer o aumento da carga no núcleo, e o número quântico principal não sofre alterações, portanto ele continua constante.

Raios atômicos, covalente, iônico e de Van de Waals:

Para medir a distância entre dois núcleos de dois átomos, utilizam-se medidas com raios-X em cristais, pois é difícil descobrir onde acaba um átomo pela pouca nitidez das nuvens de elétrons.

A distância d depende da ligação dos átomos, desta forma existem 4 tipos de raio, são os raio atômico, raio iônico, raio covalente, raio de Van Der Waals ou raios de colisão

Vejamos cada um deles: 

Raio atômico 

O raio atômico é considerado a metade da distância existente entre o centro de um átomo e o núcleo. Observe os exemplos dos raios atômicos dos metais alcalinos:
 
Li – 1,52 Å 

Na – 1,86 Å 

K – 2,31 Å 

Rb – 2,44 Å 

Cs – 2,62 Å 

Fr – 2,7 Å 

Raio iônico 

Quando falamos a respeito do cristal iônico, dizemos que a distância existente entre os íons de carga contrária é a soma dos raios iônicos tanto dos cátions como dos ânions. 

Vejamos agora uma ilustração que nos mostra que certa distância representada po Y, é considerada a soma dos cátions e dos ânions, portanto podemos dizer que a distância X é considerada o dobro do raio do ânion.

Raio covalente

Com relação a distância entre alguns átomos ligados através de uma ligação covalente, dizemos que ela é a união de dois raios covalentes. Caso os átomos sejam idênticos o raio será a metade da distância entre núcleos, ou seja: 

Raio de Van der Waals ou raio de colisão


Johannes Diederik Van Der Waals, físico neerlandês.

É chamado raio de Van Der Waals ou raio de colisão, somente a metade da distância internuclear, porém quando os átomos não estão ligados através de ligações.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados