Colégio Web

A Tabela Periódica moderna

Publicidade

A tabela periódica moderna 

Mendeleev reformulou a organização da tabela periódica a partir dos pesos atômicos de seus elementos em ordem crescente, essa reorganização consiste na conclusão, de que o número atômico deve ser considerado como propriedade de classificação dos elementos.
Essa tabela é organizada da seguinte forma: elementos semelhantes estão organizados nas colunas verticais, que são chamadas de grupos ou famílias; elementos pouco semelhantes ou com nenhuma semelhança, estão organizados e são chamadas de períodos, e o número de elementos varia. 

Observe os períodos abaixo:

primeiro período: muito curto,2 elementos, H, He

segundo período: curto, 8 elementos, Z – 3 a 18 

terceiro período: curto, 8 elementos,Z – 11 a 18

quarto período: longo, 18 elementos, Z – 19 a 36

quinto período: longo, 18 elementos, Z – 37 a 54

sexto período: muito longo, 32 elementos, Z – 55 a 86

– sétimo período: incompleto, Z – 87 em diante. 

Os subgrupos dos elementos são denominados entre, A e B, porém, os elementos de números atômicos 57 a 71 eram bastante parecidos, são colocados no subgrupo 3 – B, por esse motivo eles foram denominados metais terras raras ou lantanídeos. 

No subgrupo 3 – B, podemos encontrar os actinídeos (elementos de número 89 a 103). 

No subgrupo 5 – B, podemos encontrar o elemento 104. A partir do número atômico 93, são elementos radioativos artificiais e denominados transuranianos. Porém, atualmente a Tabela Periódica é organizada por numeração dos grupos, de 1 a 18, pode-se observar essa organização, no inicio do capítulo, que contém a ilustração de uma tabela. 

Para elementos de números atômicos de 104 a 109, a União Internacional de Química Pura e Aplicada, tornou oficiais os seguintes nomes abaixo: 

Em homenagem a Ernest Rutherford, elemento de Z = 104 – Rutherfórdio (Rf)
 
Em homenagem ao laboratório de Du-bna, elemento de Z = 105 – Dúbnio (Db) 

Em homenagem a G. T. Saborg, elemento de Z = 106 – Seabórgio (Sg) 

Em homenagem a Niesl Bohr, elemento de Z = 107 – Bóhrio (Bh) 

Em homenagem a região onde se encontra o laboratório de Darmstadt, elemento de Z = 108 – Hássio (Hs)

Em homenagem Lise Meitner, elemento de Z = 109 – Meitnério (Mt)
 
Para os elementos novos que surgiram e que irão surgir, a IUPAC utiliza nomenclaturas temporárias. 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados