Colégio Web

Velocidade Vetorial Média

  

Publicidade

A e B = vetores-posição (vetores com origem em O, ponto de referência arbitrariamente escolhido, com extremidade no lugar em que está o móvel e com módulo igual à distância que o separa da origem.

Se um móvel realizar um movimento de A para B, terá realizado um deslocamento (grandeza vetorial ), com origem no ponto A e extremidade no B, dado pela diferença entre o vetor-posição no fim do deslocamento (B) e o vetor-posição no início (A):
=AB

VELOCIDADE VETORIAL MÉDIA

Numa trajetória qualquer (retilínea ou curvilínea), a velocidade vetorial média é definida pela razão entre o vetor deslocamento e o correspondente intervalo de tempo: 
       
(o vetor velocidade média tem a mesma direção e o mesmo sentido do vetor deslocamento).

Aplicação

01. Num instante t1, um carro de Fórmula 1 encontra-se a 600m ao norte em relação ao box de sua equipe e, 20s depois, a 800m a oeste do mesmo referencial. Determinar o módulo do deslocamento vetorial (r) e o módulo da velocidade vetorial média do carro (vm) entre esses dois instantes.

Aplicação

Solução: 
              

Pelo Teorema de Pitágoras, calculamos o módulo do deslocamento escalar: 
        

VELOCIDADE VETORIAL INSTANTÂNEA

A direção, o sentido e a “rapidez” (módulo) do movimento, em cada ponto da trajetória, são os elementos que o vetor velocidade instantânea representa.

Em um movimento retilíneo:

A velocidade vetorial, em dado instante, tem o sentido do movimento e a direção da reta em que ele ocorre: 
        

Em um movimento curvilíneo:

A velocidade vetorial instantânea tem direção tangente à curva, no ponto considerado, e sentido indicado pela orientação do vetor: 
  
 
Importante: uma grandeza vetorial só é constante se forem constantes sua direção, seu sentido e sua intensidade. Assim, o único movimento que tem velocidade vetorial constante é o movimento retilíneo e uniforme.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados