Colégio Web

Bahia

Publicidade

 

O estado da Bahia está situado na área sul da região Nordeste e faz limite com outros oito estados do país. Com área total de 564 733,177 km², tem maior extensão que a França. Comparado aos demais estados da região Nordeste, possui a maior área territorial e de população. O PIB e o número de municípios também são maiores.

A capital da Bahia, Salvador, tem a terceira maior população do Brasil. Na economia baiana em termos de urbanidade, há as cidades de Feira de Santana, Vitória da Conquista, Barreiras e algumas duplas: Itabuna-Ilhéus e Juazeiro-Petrolina. No caso de Petrolina, há um compartilhamento de área com o estado de Pernambuco. Junto com Juazeiro, existe o polo Pernambuco-Bahia.

Ainda na seara econômica, os municípios de Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho compõem a área da Grande Salvador. Já no interior do estado, Jequié, Teixeira de Freitas, Alagoinhas, Santo Antônio de Jesus, Eunápolis, Porto Seguro e Paulo Afonso também respondem por importantes fatias do PIB.

A Bahia é a parte mais antiga e o primeiro núcleo da riqueza do açúcar na América Portuguesa. No estado, diversos africanos foram brutalmente explorados pelos europeus colonizadores em fazendas e engenhos. Daí o estado baiano ter, até hoje, tantas influências da África seja na música, culinária ou mesmo o modo de vida na região do Recôncavo e também em Salvador. Não à toa, a negra e baiana de acarajé é um símbolo cultural da Bahia.

Descobrimento do Brasil

Do ponto de vista histórico, a Bahia é o berço do descobrimento do Brasil, na região de Santa Cruz de Cabrália e Porto Seguro. Nesses espaços aportaram as tropas de Pedro Álvares Cabral pelos idos de 1500. A marca do descobrimento pelo povo europeu, a primeira missa e toda a história que passou a se desenrolar a partir de tais fatos que ocorreram na Capitania da Baía de Todos os Santos.

Foi em 1º de novembro de 1501 que o navegador florentino Américo Vespúcio, a mando da Coroa portuguesa, iniciou a descoberta e o batismo da Baía de Todos-os-Santos, a maior reentrância em termos de mares no litoral brasileiro. Uma reentrância que vai desde a foz do Rio Amazonas até o estuário do Rio da Prata.  Nesses povoados iniciais às margens do mar foram iniciadas as primeiras sedes do governo no ano de 1549. Um dos nomes encaminhados por Portugal, o fidalgo Tomé de Sousa, recomendado pelo rei D. João III fundou o que seria pelos próximos a capital da América portuguesa, a cidade de Salvador.

Com elevado potencial turístico, que vem sendo bastante explorado por conta de várias belezas litorâneas, a Bahia é um importante estado brasileiro. Além disso, outras belezas encontradas na Chapada Diamantina e no próprio Recôncavo apontam para a grande riqueza histórica e cultural do estado.

Mesmo sendo a oitava maior economia do Brasil, com produto interno bruto que ultrapassa a casa dos R$ 150 bilhões, na subdivisão acaba ficando com R$ 11 mil de PIB per capita. Esses números levam a um quadro não muito confortável já que aponta para a má distribuição de renda, que se reflete no Índice de Desenvolvimento Humano: 0,66 em 2010, que corresponde ao sexto menor do Brasil.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados