Colégio Web

School of One – (Escola de Um)

Publicidade

A maioria dos educadores acredita que uma sala de aula com menos alunos é bem melhor aproveitada do que uma sala com muitos. Segundo eles, cada criança aprende em um ritmo diferente. Por isso, dois especialistas em educação Joel Rose e Christopher Rush lançaram no ano de 2009 o School of One que quer dizer Escola de Um. Um Novo modelo de aprendizagem baseado em tecnologia e em mudanças no espaço físico e no papel do professor.

O projeto piloto lançado em 2011 na cidade de Nova York que serviu para auxiliar escolas e implantar essa nova proposta de aprendizagem chamada de Teach to One (Ensine para Um).

Foram usados no projeto os algoritmos de aprendizagem, que mostram as deficiências e os pontos fortes dos estudantes e a partir disso um plano de estudo para estudantes com aquele perfil é traçado.

O espaço físico (sala de aula) também é modificado para que os alunos possam se sentir mais confortáveis e aprendam de forma eficaz. As mudanças que acontecem são pequenas, seja de lugar, em grupos, duplas, atendimento virtual de tutores ou presencial, interagindo através de softwares, vídeos ou materiais impressos.

Para os criadores do projeto com a divisão e organização dos alunos é possível trabalhar de várias maneiras, de forma simultânea e entregar uma abordagem de acordo com as necessidades acadêmicas dos estudantes.

Como coleta de dados, o algoritmo gera um plano de aula diária e agenda para cada aluno e professor, analisando fatores como histórico escolar de cada aluno e perfil, avaliação das sessões de trabalho anteriores, bem como os recursos disponíveis da escola, espaço e recursos humanos.

Os professores podem analisar e sugerir alterações às recomendações do algoritmo de aula diárias para fornecer adicional pedagógico direção de entrada e feedback.

No Brasil, em algumas escolas o método lousa e cadernos foram abandonados, hoje, usa-se o Tablet como ferramenta e material didático. Para alguns educadores essa ferramenta só será melhor aproveitado em sala de aula, se o professor aceitar e estiver preparado para tal tecnologia, ou seja, ele teria de aprender a manusear o aparelho para que ele se torne um material pedagógico positivo.

Quanto ao número de alunos em sala de aula é adotado somente em escolas públicas. Onde a quantidade é menor e os professores conseguem trabalhar com cada indivíduo.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados