Digite o que você quer buscar:  
Home » Carreira » Pedagogo
30/08/2012 12:03

Pedagogo

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

Muitas pessoas pensam que para ser um pedagogo o único pré-requisito é adorar crianças e não ligar para altos salários, mas, esse pensamento de muitos está equivocado, aos poucos está mudando, e as pessoas estão entendendo que pedagogia não está ligada somente à educação infantil.

Essa área é voltada para ensino e métodos de ensino, sendo na administração de escolas, ou na condução de assuntos educacionais. Esse profissional depois de formado tem duas opções no mercado de trabalho, ou ele segue a área administrativa ou magistério, tanto em órgãos do governo fiscalizando a legislação do ensino, ou em escolas orientando professores tendo como objetivo, melhorar a qualidade de ensino.

Pode trabalhar também com portadores de deficiências físicas ou intelectuais, auxiliando em sua inclusão na sociedade, ou com educação à distância.

Outros espaços que esse profissional pode atuar também são: rede hospitalar, brinquedotecas desenvolvendo atividades pedagógicas com as crianças, e a outra opção é em empresas de grande porte, atuando na área de educação corporativa, desenvolvendo um trabalho ligado diretamente à educação.

O que estudar

Para se tornar um pedagogo, você tem de se interessar em tudo ligado à área da educação, seja em escrita, aula e etc.

Depois você deve fazer uma graduação em Pedagogia. O curso dura em média quatro anos. Além de matérias específicas, o aluno estuda o funcionamento do sistema de ensino, princípios e métodos de administração escolar e novas tecnologias educacionais.

Além disso, o currículo inclui disciplinas optativas que dá a oportunidade para o aluno complementar sua formação em artes, filosofia, história.

Mercado de Trabalho

Geralmente, a maioria dos pedagogos acaba dando aula, e muitos em dois turnos na mesma escola, podendo ganhar o dobro do piso salarial que são de 20 horas.

Nos anos iniciais (de 1ª a 5ª série, no Ensino Fundamental de nove anos), o professor fica 20 horas semanais com o aluno.

Da 5ª série em diante, a carga em sala de aula é de 16 horas, com quatro para planejamento e correção de provas. O piso nacional da educação para professores com nível médio é de R$ 1.451 para 40 horas semanais.

No estado, o professor que está ingressando na carreira tem como salário base, R$ 474 para 20 horas de trabalho (4 horas por dia). Nas universidades federais o professor com mestrado recebe R$ 3.566,20 e aquele com doutorado ganha em média R$ 5.489,64 e o professor titular com exclusiva dedicação ao trabalho recebe R$ 7.333,20.

Nas escolas particulares, o salário varia de acordo com o número de horas / aula. Se completar 20 horas semanais, o piso será de R$ 825,30 (Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental), R$ 883,05 (Anos Finais do Ensino Fundamental), R$ 1.177,05 (Ensino Médio e Educação Profissional) e R$ 1.840,65 (Ensino Superior).

Você se interessa pela área de Educação e Pegagogia? Então, fique ligado nesses cursos que o iPED preparou para você http://www.iped.com.br/educacao-e-pedagogia. Faça já sua matrícula, o início é imediato.

 

Bons Estudos!





Recomendados para você

Comentários

Ajude a manter o Colégio Web

Ajudamos milhões de estudantes, todos os meses, levando conteúdo educacional de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.