Colégio Web

Mercado de Trabalho Feminino

O avanço das mulheres no mercado de trabalho.

Publicidade

Desde tempos a mulher vem conquistando o seu espaço, mostrando que são tão boas quanto os homens em certas atividades, retirando esse bordão de “sexo frágil”. E, uma das áreas que a mulher vem crescendo e aparecendo é no Mercado de Trabalho.

Segundo dados, a mulher representa mais de 60% dos estudantes brasileiros, ou seja, elas estão estudando mais, o que as faz aparecer mais e mostrar suas competências no mercado.

Porém, por mais que sejam a maioria nos estudos, ainda existe muito preconceito quanto ao salário e o cargo que ocupam. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística), o salário das mulheres equivale a 72% do salário dos homens.

Para acabar com essa diferença, foi criado o projeto de Lei (PLC 130/2011) que prevê multa à empresa que pagar salário inferior para a mulher quando ela realizar a mesma tarefa que um homem. Se aprovada, representará o fim de uma luta.

No total de desempregados no país cerca de 55% são mulheres, ou seja, metade da população desempregada é feminina.

Sabendo desses dados, o governo criou um programa chamado Mulheres Mil que tem como objetivo:

  • Levar à inclusão de gênero,
  • Remover mulheres de situações sociais vulneráveis,
  • Permitir o acesso à educação e ao emprego,
  • Garantir uma renda para o sustento dessas mulheres e suas famílias.

Entre as metas estabelecidas estão a erradicação da extrema pobreza e da fome, promoção da igualdade entre os sexos e autonomia das mulheres e garantia da sustentabilidade ambiental.

Todavia, segundo a empresa de consultoria Grant Thornton no momento, as mulheres estão ocupando 27% dos cargos de liderança das organizações do país, número superior aos 24% registrados em 2011 e aos 21% da atual média global.

Essas informações, apensar de com números pequenos já é um grande avanço e esperança para todas as mulheres que um dia desejam estar em um cargo maior que dos homens. Ainda há muito que melhorar quanto à inclusão de cargos e salários melhores para as mulheres, mas, como vimos isso aos poucos vem aumentando. Veja abaixo, as funções que a maioria delas atua.

  • Liderança –  16%
  • Diretoria – 15%
  • CFOs (Chief Financial Officer) – 13%
  • Sócias – 6%.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados