Colégio Web

Enfermagem do Trabalho

A Enfermagem do Trabalho surgiu quando as primeiras leis de acidente do trabalho se originaram na Alemanha, em 1884, se estendendo por vários países da Europa, até chegar ao Brasil por meio do Decreto Legislativo nº. 3.724 de 15 de Janeiro de 1919, a fim de dar parâmetros legais para os colaboradores que estão expostos aos riscos do dia a dia. Este cuidado profissional veio para  auxiliar os colaboradores desde uma simples palestra de educação em saúde, primeiros-socorros, até diminuir o consumo de mão de obra desamparada por aspectos ético-legais, fazendo com que surja a enfermagem do trabalho.

Publicidade

A primeira escola de enfermagem no Brasil foi criada em 1890 no hospício de Pedro 2º, que nos dias de hoje é o Uni-Rio. Em 1931, foi regulamentado no Brasil o exercício de enfermagem. Já em 1955 foi aprovada a lei do exercício Profissional de Enfermagem no Brasil. Em 1959 aconteceu a Conferência Internacional do Trabalho e, houve a recomendação do número 112 (serviços de saúde ocupacional definidos como serviços médicos instalados em um loca de trabalho) da Organização Internacional do Trabalho – OIT, que conceituou a Medicina do Trabalho, mas se limitando a intervenção médica.

Em 1963 foi incluso nos cursos médico o ensino de medicina do trabalho. Com a OIT as normas sobre a proteção a saúde e integridade física do colaborador ganharam forças, ajudando na prevenção de acidentes e doenças no trabalho. Logo no ano seguinte 1964, (UERJ) incluiu a disciplina de saúde ocupacional no curso de nível superior.

É difícil referir-se a origem dessa profissão. O que sabemos, é que desde os tempos mais antigos a profissão de enfermeiro já era reconhecida por aqueles que cuidavam e protegiam pessoas doentes, idosos e deficientes.

De acordo com historiadores, a palavra enfermeira tem sua origem em duas palavras do latim “nutrix” que significa mãe e “nutrire” que significa cuidar e nutrir. Adaptadas ao inglês, essas palavras acabaram se transformando em NURSE que em português tem o significado de enfermeira.

O Trabalho de Enfermagem do Trabalho

O Enfermeiro do Trabalho é o líder da equipe de enfermagem do trabalho que proporciona apoio ao paciente, em ambulatórios, setores de trabalho e em casa para a realização de atividades relacionadas aos serviços de higiene, medicina e segurança do trabalho, completando equipes de estudos. Esse profissional executa procedimentos de enfermagem de maior complexidade e estabelece ações, seguindo medidas de precaução universal dos procedimentos de prevenção.

O profissional dessa área estuda e observa condições de higiene, periculosidade e segurança no ambiente de trabalho, além de fazer o planejamento para realizar ações de prevenção de riscos e acidentes com os colaboradores.

Entendemos que a enfermagem deve ser compreendida como as ações promovidas por pessoas que se dedicam a oferecer todas as formas de cuidados, nas suas melhores condições para que um enfermo tenha condições de atingir sua total recuperação.

Equipe de Enfermagem do Trabalho

A equipe do profissional de enfermagem do trabalho é formado pelo auxiliar de enfermagem do trabalho, técnico em enfermagem do trabalho e o enfermeiro do trabalho.

  • Enfermeiro do Trabalho: Profissional com nível superior em enfermagem; Classificado pelo COFEN (Conselho Federal de Enfermagem) no quando III – Lei 7.498/86 e Decreto nº 94.406; Portador do certificado de Estudos Complementares de Enfermagem do Trabalho; Enquadrado nos serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho através da portaria nº 06 do DSST, de 12/06/1990.
  • Técnico em Enfermagem do Trabalho: Profissional com ensino médio técnico em enfermagem; Classificado pelo COFEN no quando II – Lei 7.498/86 e Decreto 94.406/87; Portador do certificado de Estudos Complementares de Enfermagem do Trabalho; Enquadrado nos serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho através da portaria nº 06 do DSST, de 12/06/1990.
  • Auxiliar de Enfermagem do Trabalho: Profissional com ensino médio técnico em enfermagem; Classificado pelo COFEN no quando III – Lei 7.498/86 e Decreto 94.406/87; Portador do certificado de Estudos Complementares de Enfermagem do Trabalho; Enquadrado nos serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho através da portaria nº 06 do DSST, de 12/06/1990.

Ética Profissional

Este profissional trata diretamente com seu publico, sejam eles pacientes, parentes ou amigos. Sendo assim, para que seja estabelecida uma relação de confiança entre elas, é imprescindível que o profissional haja com ética e responsabilidade. Esses profissionais devem ter em mente que sua qualidade esta diretamente relacionada com sua ética e, principalmente com seu senso moral, seus valores e a maneira com que trata as pessoas em sua volta.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados