Colégio Web

Câncer de ovário

Publicidade

Este câncer é um dos cânceres mais difíceis de ser descoberto. Ele é um tumor maligno, e em sua fase inicial, seu estágio é bem avançado, podendo ser letal. Ele pode ser considerado um fator genético, e está relacionado com os hormônios, ambiente e genética.

E está também relacionada com os cistos no ovário, que podem ser motivo de alerta ao apresentar mais de 10 centímetros, quando isso ocorre, o ideal é recorrer a uma cirurgia.

Podemos perceber alguns sintomas dessa doença com o aumento do abdômen e sangramento vaginal (anormal). Este câncer é mais “comum” aparecer em mulheres com mais de 40 anos.

Anualmente toda mulher com uma idade acima dos 40 anos deve fazer o ultrassom pélvico e o transvaginal, para ver se há alguma possibilidade dela ter essa doença. Este tumor pode se espalhar, pois as células malignas se unem na cavidade abdominal, eles podem aparecer também nos linfónodos pélvicos e Peri – aórticos. O ipedloucura3mais indicado seria uma cirurgia para a remoção do ovário, em alguns casos pode-se utilizar a radioterapia e a quimioterapia.

Normalmente, as mulheres que nunca tiveram filho, têm mais chances de ter essa doença, pois a sua ovulação é constante, já a mulher que tem filhos ou que esta na menopausa, as chances de desenvolverem essa doença são menores. E, a amamentação é uma das formas de proteção contra o câncer.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados