Colégio Web

Tipos de cromossomos

cromossomosO “personagem” cromossomo sempre está muito presente na mídia. Quem não se lembra do projeto Genoma e toda a gama de informações e reportagens surgidas a partir dessa pesquisa? Mas, de onde vieram os cromossomos? É o que você vai entender a partir de agora.

Publicidade

O cromossomo é uma extensa sequência de um material chamado DNA, também conhecido como ácido desoxirribonucleico. Esse material é composto por uma diversa quantidade de genes. O cromossomo é delineado a partir de fitas longas e duplas de DNA. Em suma, trata-se do material genético da espécie. É esse “produto” que vai definir as muitas características físicas do ser: cor da pele, dos olhos, tipo de cabelo e etc.

Do ponto de vista prático, qual a característica desse material? Ele possui proteínas. Elas são conhecidas como histonas, estão agrupadas a partir de oito tipos e sempre envolvidas por moléculas de DNA. A partir do momento em que se observam os grupos, chega-se ao chamado nucleossomos. É possível observar uma série de nucleossomos em apenas uma molécula do DNA.

Quem iniciou os estudos sobre os cromossomos?

Um dos primeiros estudiosos a levantar dados sobre os cromossomos foi Karl Wilhelm von Nageli. No período de 1842, esse pesquisador já antecipava o que seria tido como importantes revelações no ano de 1910: que o cromossomo carregava cargas genéticas. Essa comprovação foi feita pelo estudioso Thomas Hunt Morgan.

Onde ficam localizados os cromossomos? O complexo de proteínas somado ao DNA fica localizado dentro da chamada célula eucariótica. O complexo também é conhecido por cromatina.

Um cromossomo nunca é igual a outro. Cada um vai possuir um tipo de estrangulamento. Em termos de formato, ele é iniciado no centrômero. A partir daí, cada um segue um modelo e posição. As pesquisas apontam para quatro diferentes tipos.

Tipos de cromossomos

cromossomoTelocêntrico: nesse tipo, os centrômeros encontram-se na parte extrema do cromossomo. É a região terminal e esse tipo de cromossomo acaba sendo comparado a uma pinça.

Acrocêntrico: centrômeros localizados em uma região próxima às extremidades do cromossomo. Mas não tão próxima delas. Acaba sendo parecido com um braço de tamanhos diferentes.

Submetacêntrico: o centrômero fica um pouco afastado da região média dos cromossomos.

Metacêntrico: os centrômeros estão localizados exatamente no meio do cromossomo. Como a própria denominação aponta, trata-se da metade. O formato é de um X.

Homólogos: o corpo de um indivíduo vai possuir exatamente 46 cromossomos em pares. Entretanto, dois desses cromossomos serão classificados como “sexuais”. São eles que definirão o tipo de sexo quando do período da formação do feto. Já os 44 demais, são chamados de autossomos. Esses não possuem qualquer relação com o fator sexual. São 23 pares, sendo que 22 serão autossomos e um par será de cromossomos sexuais. O cromossomo homólogo é aquele tipo que representa cada um desses pares.

É importante destacar que as células, apresentadas aos pares, que possuem cromossomos homólogos são conhecidas como diploides. Nesse caso, são chamadas de “2n”. Quando a célula contém apenas 1 desses representantes, vai ser chamada de haploide ou “n”.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados