Colégio Web

Febre Amarela

Conheça os sintomas e saiba mais sobre o vírus causador

Publicidade

Diferente da febre comum, a do tipo amarela é causada por um forte vírus da modalidade Flavivirus.

A picada do mosquito Haemagogus janthinomys e do já conhecido Aedes aegypti é o primeiro contato com a transmissão da doença no Brasil. O primeiro vírus é facilmente encontrado em florestas. Já o Aedes, está presente em áreas urbanas.

A constatação da febre amarela é elevada na América do Sul, América Central e África. Já em outras nações americanas, não há relatos de febre amarela na área urbana desde 1954.

Os especialistas acreditam que ela já esteja erradicada nessas regiões. Porém, com a proliferação do Aedes aegypti, um alerta está aberto em relação a essa primeira posição de risco zero de infecção.

A febre amarela mais presente nas florestas, também conhecida como febre silvestre, já é mais comum em cidades com potencial erradicação.

Sintomas

Febre alta, dor no corpo, fortes dores de cabeça, cansaços, calafrio e vômito são alguns dos sintomas da febre amarela.Por cerca de três dias são observados esses incômodos. Porém, o quadro evolui para insuficiência renal e hepática. A pele também começa a ficar amarelada ou, como chamam os especialistas, o aparecimento da icterícia. O quadro evolui para hemorragias, mais vômitos e as fezes do paciente ficam parecidas com borra de café. Uma característica marcante é que, após o surgimento da primeira fase da doença, o paciente tem uma recuperação mais completa.

Tratamento e primeiros cuidados

Vacina contra a febre amarelaQuando surgem os sintomas, a primeira recomendação é a de buscar um médico. Caso o paciente tenha visitado locais com maior risco, a busca por cuidados é ainda mais urgente. Só os exames vão confirmar o diagnóstico.

Depois de diagnóstico, não há tratamento para a febre amarela. O que se faz, nesse caso, são usos de vários medicamentos para reduzir a febre. Em nenhum caso poderá ser utilizado o ácido acetilsalicílico.

Caso o cidadão já tenha contraído a febre amarela, ele automaticamente estará imune ao vírus. A vacinação também é uma importante aliada, sendo válida por 10 anos. Depois desse período, uma nova dose deve ser administrada.

Prevenção

A prevenção da febre amarela deve ser analisada com base na manutenção da vacina e nos diversos cuidados ao frequentar locais de risco. Em uma floresta, por exemplo, devem ser usadas roupas compridas e estar sempre com o repelente contra insetos e mosquitos diversos.

Vacina é válida por 10 anos

No caso da prevenção contra o Aedes aegypti, valem todos os cuidados já bastante publicitados em relação à prevenção da dengue. Ele é o mesmo transmissor da febre amarela e pode causar a morte. Nesse sentido, atacar e destruir os locais onde eles se reproduzem e evitar manter água parada em recipientes.Se você pretende se deslocar para algum país da África e América do Sul é necessário que apresente a carteirinha de vacinação. Ela deve estar atualizada em relação à vacina contra febre amarela.

Caso o paciente não esteja vacinado, deverá fazer o procedimento em 10 dias antes da viagem. Assim, também terá condições de retirar o Certificado Internacional de vacinação (CIV).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados