Colégio Web

O que é esgotamento do solo?

As plantas retiram do solo os nutrientes. Com o passar do tempo o solo vai perdendo os nutrientes. A esse fato chamamos de esgotamento do solo. Entenda!

Publicidade

Sabemos que precisamos do solo para a retirada de alimentos por meio da agricultura, para o crescimento das plantas, para o pasto dos animais. Do solo retiramos também vários elementos para a fabricação de objetos, além de sais minerais e nutrientes para as plantas.

Para que as plantas possam se desenvolver é necessário que o solo seja fértil.  E um solo fértil é aquele que possui uma quantidade adequada de argila, humo, areia e calcário. Todos esses minerais em conjunto formam o solo.

As plantas retiram do solo os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento. Com o passar do tempo o solo vai se esgotando, ou seja, o solo vai perdendo os nutrientes e ficando incapaz de nutrir as plantas.  A esse fato chamamos de esgotamento do solo.

O solo precisa estar em plenas condições de plantio para que os agricultores possam ter boa colheita.  Certos agricultores ainda insistem em práticas erradas de limpar o solo como as queimadas.

Na época do plantio, muitos agricultores ao invés de limparem o solo e prepará-lo para o plantio deixando formar o humo (nutriente importante para o desenvolvimento das plantas), ateiam fogo no restante da plantação destruindo as substâncias nutritivas às plantas deixando o solo condenável e empobrecido.

Sendo assim, para que o solo sempre esteja em boas condições devem ser tomados alguns cuidados como drenagem e arejamento, irrigação, adubação e rotação de cultura. Vamos aprender o que significa cada um desses cuidados.

4 Maneiras de Evitar Esgotamento do Solo

Esgotamento Solo

Rotação de cultura

A rotação de cultura consiste no plantio de diferentes tipos de produtos, em determinados períodos alternados, num mesmo terreno. Como, por exemplo: de janeiro a julho o plantio é feito de arroz, de julho a setembro de cana-de-açúcar e assim alternadamente. Durante um período de tempo o solo deve repousar. Nesse período, o solo será usado para outra atividade como o pasto ou o plantio de vegetais, que renovam a fertilidade. Dessa forma, evita-se o esgotamento do solo.

Adubação

A adubação do solo é a mistura dos elementos nutritivos com a terra. Existem três tipos de adubação: orgânica, inorgânica e verde.

  • Adubação orgânica é feita a base de decomposição de restos de vegetais e animais (folhas, estrume, frutas podres).
  • Adubação inorgânica é feita de forma industrializada e são classificados como nitrogenados, potássicos e fosfatados.
  • Adubação verde é feita de certas bactérias encontradas em leguminosas como o feijão e a soja, que absorvem o nitrogênio do ar transformando em nitrato (nutriente que a planta aproveita e enriquece o solo).

Irrigação

A terra precisa estar irrigada, ou seja, úmida para que haja vida, para que as plantas floresçam e deem frutos. O elemento fundamental para a irrigação do solo é a água. A água pode ser obtida de várias maneiras como pela chuva, o desvio de água dos rios, abertura de poços e valas, construção de açudes e por meio de bombas.

Drenagem

A drenagem é o meio de escoamento de água em solo encharcado. O excesso de água torna o solo impróprio para o plantio sendo necessária a drenagem da água. A drenagem pode ser feita de várias formas: abrindo valas, fazendo declives no terreno, usar bombas para a retirada da água ou manilhas perfuradas.

Arejamento

As plantas também precisam de ar para sua vitalidade. Para que haja a respiração das plantas é necessário afofar a terra. Isso mesmo! Afofar é um trabalho realizado com eficiência pelas minhocas quando estão à procura de alimento.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados