Colégio Web

Rio +20

Você sabe o que é e para que serve a Rio + 20?

Publicidade

Você sabe o que é e para que serve a Rio + 20?

A Rio + 20 é um evento que reúne governantes e membros da sociedade civil para discutir medidas preventivas que reduzam o impacto ambiental causado pelas ações do homem, através de exploração excessiva da pesca, poluição do ambiente, destruição dos habitats costeiros, entre outros.

Esse encontro das Nações Unidas que acontece de 13 a 22 de junho de 2012, discute o Desenvolvimento Sustentável e comemora o vigésimo aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92), que ocorreu em 1992, no Rio de Janeiro.

Os principais temas abordados são: A economia verde no âmbito do desenvolvimento sustentável e da erradicação a pobreza e a Estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável.

Mesmo com todos os meios que os humanos possuem para produzir a própria alimentação, cerca de 1 bilhão de pessoas sofrem necessidades, ou seja, passam fome. As áreas urbanizadas estão diretamente ligadas à produção de riqueza, no entanto, são os principais causadores de poluição, congestionamentos, desigualdade social e carência de serviços básicos.

A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que cerca de 800 milhões de pessoas morem em comunidades e locais sem condições adequadas. Dentre outros fatores que envolvem o tema “Sustentabilidade”, a energia elétrica, por exemplo, é em muitos países um recurso muito utilizado, podemos dizer até desperdiçado. No entanto, uma a cada cinco pessoas enfrenta dificuldades em relação ao acesso deste recurso, quase 50% da população prepara sua alimentação utilizando lenha, carvão e até dejetos de animais. Uma saída adequada para este problema seria a utilização de uma fonte energética sustentável para expandir o fornecimento para próximas gerações.

Estudos comprovam que nossos oceanos possuem mais de 200 mil espécies de seres vivos e mais de 2,6 bilhões de pessoas dependem de suas fontes proteicas. Mas infelizmente, a ação do homem já afetou mais de 40% desses oceanos.

A natureza por si só ajuda o ser humano a se manter vivo, a água produzida é suficiente para abastecer toda a população, mesmo assim, vemos ainda neste século, que algumas regiões sofrem com a seca. Ao mesmo tempo em que a natureza contribui, também responde as nossas ações e as reações acontecem em forma de enchentes, secas, terremotos, furacões, etc. Se nada for feito para diminuir estes efeitos, a tendência é que muitas pessoas ainda sofram, percam sua moradia, recursos e até suas vidas.

Os países de baixa e média renda, mulheres e crianças são os mais atingidos pelos desastres, que já afetaram mais de 200 milhões de pessoas até hoje.

Perguntas do tipo: “como assegurar o acesso a uma boa alimentação para todos?”; “como impedir que a degradação do solo e da água prejudique as plantações de alimentos?”; e “como aproveitar a biodiversidade para se alimentar melhor?” surgem em meio a este processo. Atualmente, existem aproximadamente 3,5 bilhões de pessoas vivendo em áreas urbanas em todo planeta. Com isso, a Rio + 20, procura meios que ajudem a transformar o ambiente, medidas preventivas de adaptação que possam reduzir os desastres, controlar o volume de chuva e oxigênio na atmosfera.

A “economia verde” como é chamada, quer erradicar (exterminar) a pobreza, criar serviços sustentáveis, empregar mais pessoas proporcionando oportunidades em setores de reciclagem, energia renovável, exploração sustentável de florestas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados