Colégio Web

Fatores evolutivos complementares

Publicidade

Fatores evolutivos complementares

Existem três processos complementares que também contribuem para a evolução. São eles: migração, hibridação e oscilação genética.

Migração

A migração é responsável pelo fluxo gênio, que traz à população novos gene., contribuindo para aumentar a variabilidade genética.

Hibridação

Também chamado do deriva genética em processo ocorre quando o patrimônio genético alterado casualmente, independentemente da seleção natural. Ocorre em pequenas populações e depende do acaso. Assim, só uma mutação ocorre em uma população do 100 organismos, sua freqüência, de início, é muito maior do que se acontecesse em população de 10.000 indivíduos.

Especiação

A especiação é o processo de formação de novas espécies e obedece aos
seguintes estágios
:

1º Estagio: Uma população A vive em um ambiente homogêneo. 

2º Estágio: Uma modificação ambiental provoca a migração da população para ambientes diferentes. Assim, a população A divide-se em A1 e A2 que migram para ambientes diferentes.

3ºEstágio: Isoladas geograficamente e submetidas a pressões seletivas diferentes, tais populações param a constituir raças geográficas ou subespécies.

4º Estágio: Com o passar do tempo aumenta a diferenciação genética entre A1 e A2 provocando o isolamento reprodutivo.

5º Estagio: As raças A1 e A2 voltam a se reunir na mesma região. Mas, devido ao isolamento reprodutivo, elas não se misturam. A1 o A2 são reconhecidas como espécies distintas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados