Colégio Web

Washington Irving

Publicidade

 

(1783 – 1859)
Autor, escritor, contista, ensaísta, poeta, biógrafo e colunista americano nascido em Nova York, com uma obra às vezes satírica, às vezes onírica, foi o primeiro escritor americano a ganhar fama internacional. Trabalhou e estudou direito nos escritórios de Henry Masterton (1798), Brockholst Livingston (1801) e John Ogde Hoffman (1802), praticou leis por um breve período e viajou pela Europa, (1804-1806), onde visitou Marseilles, Gênova e Sicília, onde conheceu o famoso oficial naval inglês, o Lord Nelson (1758 – 1805), e encontrou-se com o pintor Washintong Allston, em Roma. 

Iniciou a carreira literária escrevendo para jornais e revistas. Contribuiu para o Morning Chronicle (1802-03), editado por seu irmão Peter Irving, e publicou Salmagundi (1807-1808), uma coletânea de sátiras sobre a sociedade nova-iorquina, sua primeira obra de vulto, escrevendo em colaboração com seu irmão William Irving e o cunhado deste, James Kirke Paulding. Em seguida apresentou History of New York from the Beginning of the World to the End of the Dutch Dinasty by Diedrich Knickerbocker (1809), sátira aos colonos holandeses. 

Foi um dos editores do Analetic magazine na Philadelphia e New York (1812-1814). Com a morte da mãe, a guerra e os negócios com seus irmãos em queda, voltou à Europa (1815), onde morou 17 anos (1815-1832), vivendo em Liverpool, Dresden (1822-1823), Londres (1824) e Paris (1925), e trabalhando na U.S. Embassy em Madrid (1826-1829) e depois 1829-1832 foi secretário da American Legation trabalhando para Martin Van Buren. Neste período escreveu o livro de contos que o tornou famoso: The Sketch Book of Geoffrey Crayon (1819-1820), fruto de sua amizade com Sir Walter Scott (1771-1832). Escreveu ainda Tales of a Traveler (1824), A Chronicle of the Conquest of Granada (1829) e The Alhambra (1832), inspirados na pitoresca tradição árabe da Andaluzia, que conheceu quando viveu na Espanha como embaixador, além de Columbus (1828) e The Companions of Columbus (1831). Depois de 17 anos de ausência, voltou aos Estados Unidos, onde foi recebido com entusiasmo, como o primeiro escritor estadunidense de fama internacional. Morando em sua propriedade Sunnyside, na cidade de Tarrytown-on-Hudson (1836-1842), Nova York, viajou então pelo país até ser nomeado embaixador dos EUA na Espanha (1842-1845). De volta a Tarrytown (1848-1859 foi Presidente da Astor Library, depois New York Public Library. Viveu seus últimos anos e morreu em sua propriedade de Sunnyside, e foi enterrado no Sleepy Hollow Cemetery, Sleepy Hollow, Westchester County, New York, USA. Outros grandes sucessos que escreveu foram Bracebridge Hall (1822), Conquest of Granada (1829), A Tour of the Prairies (1835), The Cayon Miscellany (1835), A Tour of the Prairies (1835), Astoria (1836), The Adventures of Captain Bonneville (1837), Oliver Goldsmith (1849), Mahomet and his Successors (1850), Wolferts Roost (1855) e The Life Of George Washington (1855-1859, 5 vol.).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados