Colégio Web

Ugo Foscolo

Publicidade

Escritor e compositor romântico italiano nascido na antiga ilha de Zacinto, República de Veneza, hoje Zákhintos, na Grécia, autor de uma obra romântica misturada a sentimentos patrióticos e de luta pela liberdade. Filho do médico italiano Andrea Foscolo e da grega Diamantina Spathis, foi educado em Veneza, na Itália. Órfão do pai (1888), entrou no seminário de Spalato, em Dalmazia (1792), onde se inclinou definitivamente pela literatura. Trocou o nome para Ugo (1797) e publicou seu primeiro êxito, a tragédia Tieste, cuja encenação lhe trouxe problemas políticos com as autoridades de Veneza. Mudou-se para Bolonha, então capital da Repubblica Cispadana, onde compôs a ode A Bonaparte liberatore (1797). Para expressar sua indignação contra Napoleão, por sua política antiitaliana em relação à Áustria, compôs Ultime lettere di Jacopo Ortis (1802), considerada como um dos fundamentos do moderno romance italiano. Prestar serviço militar obrigatório na França e voltou para a Itália e estabeleceu-se em Milão (1807), onde ano escreveu Dei sepolcri (1807), poema composto de 300 versos de inspiração patriótica e exaltação do glorioso passado italiano. Foi nomeado para uma cátedra da Universidade de Pávia (1808), mas com a queda do império, abandonou-a fugindo para a Suíça (1815), onde publicou uma nova edição de Ortis (1816). Depois (1816) foi para o subúrbio de Turnham Green, Middlesex, no Reino Unido, onde morreu de hidropisia, e foi enterrado no cemitério de Chiswick. Seus restos foram trasladados para a Itália (1871) e repousam na igreja de Santa Croce, em Florença.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados