Colégio Web

Tedaldo Visconti

Publicidade

Papa da Igreja Católica Romana (1271-1276) nascido Piacenza, Lombardia, na hoje Itália, que foi eleito para sucessão de Clemente IV após três anos de lugar papal vago e, como pontífice, reformou a assembléia de cardeais através de uma bula, subseqüentemente incorporada no código de direito canônico, para regular os conclaves para a eleição papal, e também promulgou a bula De Regno Portugaliae (1276). Antes de ser eleito já estava envolvido na Nona Cruzada a São João de Acre, na Terra Santa, com o futuro rei Edward I da Inglaterra (1270).

Viajando para São Jean d’Acre, na Palestina, foi notificado da sua eleição como papa quando encontrava-se em Viterbo, nos Estados Papais (1271). Voltou para Roma e o seu primeiro ato foi promover um concílio que teve lugar em Lyon (1274) para debater o Cisma da Páscoa, a condição da Terra Santa, e os abusos da Igreja Católica. Neste Concílio, onde promulgou novas determinações para a eleição do papa em um documento que se intitulava Ubi perículum (1274)·que quer dizer Quando houver perigo.

Neste documento apareceu pela primeira vez a palavra Conclave, que significa debaixo de chave e que na jurisprudência eclesiástica indica o local onde se reúnem os cardeais, depois da morte do papa, para se ocuparem unicamente da eleição do seu sucessor e também indica a assembléia dos cardeais reunidos para a eleição. No regresso de uma das sessões do concílio, faleceu em Arezzo, Toscana, e foi beatificado (1713) e sua data votiva é comemorada no dia 10 de janeiro. O papa de número 185 foi sucedido por Inocêncio V (1276).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados