Colégio Web

Stefan George

Publicidade

Poeta germânico nascido em Büdesheim, na Renânia, que impulsionou a nova lírica germânica e se propôs formar uma nova elite intelectual e revitalizar o ideário estético, contra o naturalismo predominante na época, tornando-se a figura mais representativa do simbolismo alemão. Foi educado no Gymnasium in Darmstadt (1882-1888) e depois viajou pela Europa ocidental. Freqüentou cursos de filosofia e de história da arte (1888-1889) e conheceu as principais figuras do simbolismo francês, tornando-se seguidor (1889) da sutileza musical de Verlaine, em Paris.

A partir de então, resolveu divulgar o movimento na terra natal e publicou seus primeiros Hymnen (1890) em Berlim. Tomado de um novo classicismo e de ideais poéticos, criou sua própria escola literária e editou a revista Blätter für die Kunst (1892-1919). A princípio, sua poesia revelava uma raiz simbolista, mas Der siebente Ring (1907) e Der Stern des Bundes (1914) mostraram o seu profundo humanismo.

Com Das neue Reich (1928) elaborou um autêntico manifesto profético, no qual anunciava o reino do espírito, que se identificava com o renascimento dos valores da antiga Grécia. Convidado pelos nazistas a aderir a suas fileiras, quando da ascensão de Hitler (1933), optou pelo exílio voluntário e morreu em Minusio, Locarno, Suíça, naquele mesmo ano. Foi tradutor de Baudelaire para o alemão.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados