Colégio Web

Sonya Vasilyevna Kovalevsky

Publicidade

Sofia Vasilyevna Kovalevskaya nasceu em Moscovo em 1850. Ilustre matemática russa, passou a ser a primeira mulher a fazer parte da Academia de Ciências da Rússia. Foi a terceira representante da ala feminina a conquistar um cargo académico, pois pasosu a ser Professora na Universidade de Estocolmo.

Sofia se destacava pela grande contribuição na teoria das equações diferenciais. De origem polaca, o pai era oficial de artilharia. Em 1868, juntou-se a Vladimir Kovalevsky e passou a morar em Heidelberg, na Alemanha. O marido paleontólogo também atuava como acadêmico. Neste grupo local, não conseguiu fazer parte do grupo de matemáticos da universidade por ser mulher. Só poderia assistir as aulas em caráter informal. Os estudos foram continuados em Berlim, sendo aluna do importante matemático Karl Weierstrass.

No ano de 1874, publicou três importantes pesquisas nas quais discorria sobre as equações diferenciais, especialmente tratando das dinâmicas dos anéis de Saturno.

Passou a ser doutora pela Universidade de Göttingen.

Quando retornou à Rússia, atuou como editora da seção de ciências em um jornal de São Petersburgo. Também escreveu em formato literário.
Os familiares passaram por graves problemas financeiros e o marido acabou cometendo suicídio. Depois de se afastar por cinco anos, retomou os estudos matemáticos em 1882, na Academia de Ciências local. Após dois anos, passou a ser professora na Universidade de Estocolmo.

Foi premiada com o Borodin da Academia de Ciências da Suécia com pesquisa sobre a rotação dos corpos rígidos em torno de um ponto. Contribuiu para os estudos das derivadas parciais e funções Abelianas. Em 1889, conquistou o Prémio Bordin da Academia de Ciências da França.
Em 1891, morreu de gripe com 41 anos quando retornava para Génova.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados