Colégio Web

Smiley Jordan Blanton

Publicidade

Médico e psicanalista norte-americano nascido em Unionville, Tennessee, o mais antigo autor americano no campo da patologia da fala, profundo pesquisador das terapias para infância e escritor de vários livros no assunto e diretor da primeira faculdade de clínica da fala, na University of Wisconsin, chamada de Speech and Mental Hygiene Clinic. Filho de Hiram Harris Blanton e de Sally Brunson Blanton, foi educado na Montgomery Bell Academy, Nashville, Tennessee. Concluiu o BS na Vanderbilt University (1904) e graduou-se em inglês na Harvard (1906-1907) e em anatomia e neuro-história na Cornell University Medical School (1908-1910). Foi instrutor de oratória em Cornell (1907-1911) e obteve o MD no Cornell Medical School, NYC (1914).

Fez residência médica no Phipps Psychiatric Institute do Johns Hopkins Hospital, Baltimore MD (1916). Estudou no Phipps Psychiatric Institute com Adolph Meyer e organizou e dirigiu estudos de higiene mental em várias clínicas de New York City (1917). Mudou-se e trabalhou na University of Wisconsin (1914-1924), onde foi professor de clínica da fala e higiene mental. Esteve no Queens Square Hospital for Paralyzed and Epileptic, em Londres, UK (1922-1923). Obteve o diploma em Neurologia e Medicina Psicológica, do Royal College of Physicians and Surgeons, London, England (1923). Tornou-se Diretor do Minneapolis Minnesota Child Guidance Clinic (1924-1927) e professor assistente de clínica médica na University of Minnesota (1924-1927).

Foi professor de psicologia infantil no Vassar College (1927-1933), onde organizou e dirigiu o ensino de cuidados de enfermagem para atendimento de crianças de 1,5 a 4 anos de idade e deu outros cursos sobre comportamento infantil. Discípulo de Sigmund Freud (1929-1930), foi professor assistente de Clínica de Psiquiatria, Cornell University (1933-1938) e professor associado na Pin Clinical Psychiatry, Cornell (1943). Dirigiu com o reverendo Norman Vincent Peale, a Religio-Psychiatric Clinic, NY (1937 ) e, também com Peale, fundou a American Foundation of Religion and Psychiatry (1951).

Juntos escreveram dois livros: Faith is the answer (1940) e The art of real happiness (1950). Morreu em New York, e juntamente com a esposa Margaret Blanton publicou mais de 6000 artigos e papers (1910-1971) que estão colecionados na University of Tennessee, Knoxville, tratando sobre problemas na infância com relação a voz, emoção, defeitos na fala, inibição, nutrição, clínica, alterações mentais, crescimento, nervosismo, psiquiatria e psicologia, religiosidade, desordens de personalidade, coordenação e tensão devidas a ansiedades, fatores mentais etc

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados