Colégio Web

Rudolf von Ihering

1Rudolf von Ihering foi um importante estudioso do Direito na Alemanha. Ao lado de Friedrich Karl von Savigny, passou a ocupar um espaço considerável nos estudos do Direito alemão. A obra de Rudolf von Ihering acabou influenciando vários aspectos da cultura do Direito no mundo ocidental.

Publicidade

O alemão já havia nascido em uma família de vários juristas e começou os anos iniciais de estudo em 1836, na Universidade de Heidelberg, uma das mais tradicionais na Alemanha.

Como era comum naquele período, Rudolf von Ihering também foi estudante visitante nas universidades de Gotinga, Munique e Berlim. Concluiu o doutorado em 1843, tendo sido destaque nas turmas que frequentou. Foi convidado para ser preceptor em Basileia, na Suíça, onde trabalhou por três anos.

Em 1849, passou a ministrar aulas em Kiel e depois seguiu para Giessen, em 1852, quando concluiu seu primeiro livro sobre Direito Romano.

No intervalo de 1862 e 1872, passou a lecionar tal matéria matéria em Viena. Em 1872, retornou a Gotinga e ali lecionou e escreveu até 1892, quando faleceu.

Ao conhecer a escritora e feminista Auguste von Littrow, trocou importantes conhecimentos. A escritora faleceu em 1889, mas recebeu a dedicação de um dos livros de Rudolf von Ihering conhecido como “A Luta pelo Direito” (em alemão: “Der Kampf ums Recht”). A obra foi reeditada 12 vezes, no intervalo de dois anos, tendo sido traduzida para 26 línguas, inclusive o português.

Um dos trechos: “A vida do direito é uma luta – uma luta dos povos, do poder estatal, das classes e dos indivíduos. De facto, o direito só tem significado como expressão de conflitos, representando os esforços da humanidade para se domesticar.

Infelizmente, porém, o direito tem tentado combater a violência e a injustiça com meios que, num mundo racional, seriam tidos por estranhos e desgraçados. É que o direito nunca tentou verdadeiramente resolver os conflitos da sociedade, mas apenas aliviá-los, pois promulga regras segundo as quais esses conflitos devem ser travados até ao fim.”

O importante jurista alemão preparou um livro definitivo conhecido como “A Finalidade do Direito” (1877/1883). Essa obra foi concluída quando ele ainda vivia em Gotinga, quando foi transferido em 1872. Os pensamentos já estavam consolidados e o autor era consagrado como um dos maiores escritores do saber jurídico do século XIX. Em Gotinga, viveu até 1892.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados