Colégio Web

Rosa Luxemburgo

Publicidade

Escritora e ativista política polonesa nascida em Zamosc, região então pertencente ao império russo, hoje Polônia, uma das fundadoras da Liga Espartaquista, que defendia uma política antimilitarista e revolucionária, de primordial importância na história do movimento operário europeu. Filha de judeus de classe média, foi perseguida por precoces atividades políticas e emigrou para a Suíça (1889), onde se doutorou em direito e em ciência política. 

Após contatos com socialistas russos, como Georgy Plekhanov e Pavel Axelrod, fundou o Partido Social Democrata, mais tarde Partido Comunista da Polônia. Após casar com Gustav Lübeck, adquiriu a cidadania alemã e estabelecendo-se em Berlim (1898) e iniciou a publicação de suas obras. De volta a Varsóvia (1905) foi presa e logo depois da libertação, voltou para a Alemanha, publicou , em que acentuou a importância da condução partidária e da iniciativa revolucionária do proletariado. Atacou o capitalismo imperialista, e com Karl Liebknecht e outros radicais, participou da fundadora da Liga Espartaquista. 

Presa por suas atividades oposicionistas (1915/1916), após sua última libertação (1918) participou da fundação do Partido Comunista Alemão e acabou fuzilada em Berlim, por causa da insurreição espartaquista. Escreveu extensa obra sobre a economia capitalista e sobre os problemas inerentes à participação do proletariado no sistema político das sociedades burguesas, entre elas Sozialreform oder Revolution? (1889), Massenstreik, Partei und Gewerkschaften (1906), Die Akkumulation des Kapitals (1913), Die Krise der Sozialdemokratie (1916) e a póstuma Die russische Revolution (1922).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados