Colégio Web

Rodrigo Díaz de Vivar

1Rodrigo Díaz de Vivar como o próprio nome indica nasceu em Viver, região próxima de Burgos. Um importante patriota espanhol que consagrou-se como herói na batalha contra os mouros.

Publicidade

Descendente de fidalgos da região da Castela, terminou sendo levado para o espaço da corte por Fernando I.

No intervalo de tempo que Sancho II de Castela, herdeiro e amigo de infância, acabou assumindo o trono da Espanha Rodrigo Díaz foi nomeado comandante das tropas reais.

Nesse posto, conseguiu realizar uma importante batalha contra o reino mourisco de al-Muqtadir e saiu com a vitória.

Em seguida, auxiliou o rei para as batalhas contra os irmãos no objetivo de unificar o reino. Quando Sancho morreu, Afonso VI assumiu a monarquia e acabou condenando Rodrigo Díaz ao exílio por não acreditar em sua lealdade. Nesse momento, Díaz passou a ser servidor da dinastia mourisca de Saragoça.

Em 1086, quando a Espanha foi invadida pelos almorávidas, Díaz acabou sendo chamado de volta pelo rei Afonso. Não aceitou e preferiu combater pelo reino de Valência. Conseguiu a magistratura suprema de cristãos e mouros.

Morto em Valência, passou a ser uma lenda, tendo sido personagem de poemas épicos da literatura espanhola. É o caso de Cantar de mío Cid (1410), que não tem autoria conhecida.

Díaz acabou sendo herói, quando lutou contra seu rei em defesa da liberdade.

Foi corajoso no combate e libertou Valência.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados