Colégio Web

Roberto Rossellini

Publicidade

Cineasta italiano nascido em Roma, conhecido por sua originalidade e considerado o criador do neo-realismo italiano a partir do filme Roma, città aperta (1945), um relato da ocupação alemã. 

Filho de um rico arquiteto e escultor, viajou por toda a Europa. Com o confisco dos bens familiares pelo governo fascista (1931), passou a trabalhar para o cinema (1934). Seu primeiro longa-metragem foi uma encomenda da Marinha, La nave bianca (1941), porém não foi bem recebido em função do tom pacifista do trabalho.

Durante a segunda guerra, fez filmes de propaganda oficiais, enquanto registrava as atividades da resistência em segredo. Montou também peças teatrais e passou (1964) a se dedicar a direção e produção para a televisão, até o fim de sua vida, quando morreu em Roma. 

Outros grandes sucessos do diretor foram Paisá (1946), Germania, anno zero (1947), Stromboli, terra di Dio (1949), Francesco, giullare di Dio (1950), Europa 51 (1952), Viaggio in Italia (1953) e India (1958), II generale della Rovere (1959), Viva l’Italia (1961) e Vanina Vanini (1961). O seu estilo influenciou cineastas como Fellini e seu movimento neo-realista floresceu após a segunda guerra mundial, e projetou diretores como Vittorio de Sicca e Luchino Visconti.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados