Colégio Web

Roberto II

Publicidade

Herdeiro do trono inglês nascido na Normandia, França, de histórica ligação com a Escola Médica de Salerno. Era filho de Guilherme/William I, o Conquistador, e de Matildade Flanders, e irmão do rei inglês William Rufus/Guillaume II/The Red, por causa de sua aparência corada. 

Alcançou o título de duque de Normandia (1087) e manteve uma disputa pelo poder que o levou a se enfrentar várias vezes com seu pai e seu irmão Guillerme II. Resolveu participar da Primeira Cruzada (1096-1100) e precisando de dinheiro para o empreendimento, empenhou (1096) seu ducado para o ambicioso irmão rei em troca da soma de 10 mil marcas.

Quando William II morreu (1100), o irmão Henry decidiu reclamar o trono, pois seu irmão se encontrava na Terra Santa. Apoiado pela população inglesa e pelos nobres normandos, não teve problemas para assumir a coroa inglesa. Para assegurar a continuação destes apoios quando o irmão regressasse da Palestina, tomou medidas populares relacionadas com a descentralização do poder e o édito de uma carta de liberdades e garantias do cidadão. 

Enquanto isso, regressando da Terra Santa, o irmão duque, legítimo herdeiro e com fama de grande guerreiro, aportava em Salerno (1101) para tratar de uma ferida por seta no braço direito. Também desembarcaram para tratamento muitos cruzados cansados, alguns feridos, ou, ainda, vítimas de doenças.

Antes de partir, o duque pediu que lhe dessem um livro com o essencial da ciência da Escola Médica. Assim nasceu o Regimen que significa, ou seja, um regimento dedicado ao rei da Inglaterra, a cujo trono ele pretendia assumir. Assim quando chegou ao seu país (1101) recuou das suas pretensões e retirou-se para a Normandia, mas não desistiu de seus direitos e iniciou uma série de manobras políticas contra o rei. 

Revoltado e poderoso, Henry atravessou o Canal da Mancha com o seu exército e invadiu a Normandia (1105). No ano seguinte, derrotou definitivamente o irmão, na batalha de Tinchebray e anexou o Ducado à coroa inglesa. Derrotado e aprisionado pelo irmão, o inditoso duque da Normandia permaneceu encarcerado no castelo de Cardiff até ao fim de sua vida.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados