Colégio Web

Robert Fulton

Publicidade

Artista, engenheiro mecânico e inventor norte-americano nascido em Litle Britain, Lancaster County, no Estado da Pensilvânia, pioneiro do uso do vapor como meio de propulsão dos navios. De origem humilde teve instrução apenas elementar, adquirida em família, inicialmente trabalhou em uma joalheria de Filadélfia, especializando-se na pintura de miniaturas, retratos e paisagens para medalhões e anéis.
 
Como pintor de retratos viajou para a Inglaterra (1787) para expor seus trabalhos e estudar pintura com Sir Benjamin West, onde ficou por dez anos (1787-1797). Com o pouco sucesso de suas miniaturas começou a se interessar pelas pesquisas que então se faziam sobre a propulsão de navios por máquinas a vapor. Ao conhecer Rumsey, um engenheiro seu conterrâneo, foi convencido a abandonar os pincéis para se dedicar a projetos de navegação a vapor. 

Desenvolveu experimentos financiados pelo governos da Inglaterra e da França (1797-1806), onde publicou Treatise on the improvement of canal navigation (1796), em que propunha a substituição das eclusas por planos inclinados, e, mudando-se para Paris (1797), desenvolveu o projeto Nautilus (1800-1801), o primeiro submarino. Inventou o torpedo, engenho explosivo para afundar navios (1800), o qual consistia num recipiente cheio de material explosivo, pendente de um flutuador, ambos presos a uma linha atada a um arpão. Este era arremessado, por meio de uma espingarda, contra o costado do alvo, na época sempre de madeira, e depois de certo tempo um aparelho de relojoaria fazia o engenho explodir. 

Outros tipos do torpedo vieram a ser inventados. Com a invenção de torpedo-automóvel, o nome passou a designar só esse tipo, reservando-se aos demais a designação de mina submarina. O Nautilus passou sob a calota polar no Pólo Norte (1805). Por corte nos patrocínios voltou aos Estados Unidos (1806) e, financiado por Robert R. Livingston , um dos redatores da declaração de independência dos Estados Unidos e que detinha a concessão da navegação a vapor no estado de Nova York, implantou definitivamente a navegação a vapor, com o lançamento ao mar de seu barco de transporte de passageiros, o Clermont (1807), percorrendo 130 milhas em 32 horas pelo Rio Hudson entre Nova York e Albany, esta que seria considerada como o primeiro empreendimento de sucesso comercial da navegação a vapor da América. 

Foram numerosos e contínuos os seus trabalhos na área da navegação fluvial. Chegou a construir 15 vapores e um ferryboat. Criou o New Orleans, o primeiro vapor no Mississippi e projetou e iniciou a construção do vapor Fulton First (1912), um poderoso vaso de guerra para defesa do porto de Nova Iorque durante a Guerra, cuja construção fora autorizada pelo Congresso dos Estados Unidos. Morreu em Nova York, Estados Unidos, em 24 de fevereiro (1815).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados