Colégio Web

Rei Luís I da França,o Piedoso

Publicidade

Imperador carolíngio filho e sucessor de Carlos Magno no trono dos francos (814-840), nascido em Chasseneuil, na Aquitânia, de grande importância na expansão da fé católica, cognominado o Piedoso. Filho do imperador Carlos Magno e de sua segunda mulher, Irmengard (ou Hildegarda)da Suábia, antes de assumir o trono foi co-imperador do pai. Herdou um império estável que dividiu entre os três filhos: Lotário, Pepino e Luís.

Em agosto (814), doou a Lotário e Pepino os reinos da Baviera e da Aquitânia, respectivamente. Ao mesmo tempo, confirmou o sobrinho Bernardo no trono da Itália. O novo sistema de governo permitiu o crescente fortalecimento dos feudos, que se tornaram hereditários. Bernardo foi o primeiro a sublevar-se contra o tio (817).

No mesmo ano, o imperador reformou o governo anterior: confirmou Pepino no trono da Aquitânia, elevou Lotário à dignidade de co-imperador e entregou a Baviera a Luís II o Germânico. Viúvo (818), casou-se novamente e desse enlace com Judite nasceria (823) o futuro Carlos o Calvo. Ao conceder ao caçula o novo reino da Alemanha (829), provocou a rebelião dos três outros filhos, que se uniram aos senhores feudais para combater o rei, que foi derrotado, mas logo reconduzido ao trono por uma assembléia reunida em Nimègue.

Após nova reestruturação do império, na qual Pepino perdeu a Aquitânia para Carlos, os irmãos voltaram a depor o imperador (834), dessa vez com o apoio do papa Gregório IV. Novas rebeliões dos filhos contra o pai sucederam-se, porém sempre eram vencidos e em seguida perdoados, o que lhe valeu o título de o Piedoso. Morreu em Petersau, uma ilha no Rio Reno próxima a Ingelheim, hoje na Alemanha, deixando um império enfraquecido pelas disputas familiares.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados