Colégio Web

Ramsés II

Publicidade

Faraó do Egito (1194-1163 a. C.) da vigésima dinastia, nascido Usermaetré Meriamon em Tebas, famoso por sus grande vitórias marítimas e contra os povos da Ásia Menor e por estar ligado, segundo a bíblia, à opressão e êxodo dos hebreus. Na história aparece como um dos grandes conquistadores, juntamente com Tutmés I e III, da XVIII dinastia, e Ramsés II (XIX dinastia). 

Terceiro faraó da décima nona dinastia egípcia, nascido Usermaetré Setepenré em Tebas, cujo reinado (1290-1224 a. C.), um dos mais longos da história do país, marcou o último período de apogeu do poder imperial egípcio. Herdeiro do trono de seu pai, Seti I (née Menmaetré que reinara por 17 anos, 1306-1290 a. C.), terminou, após dez anos no poder a guerra iniciada por seu pai com os hititas da Anatólia, hoje Síria, ao capturar Katna e Tunip. 

Porém, alguns anos após, preferiu negociar um tratado de paz com a nação derrotada (1283 a. C.) em substituição ao julgo egípcio e, posteriormente, chegou a casar com uma princesa hitita (1270 a. C.). Construtor de grandes obras ficou conhecido pelo grande número de suas estátuas e por ter seu nome talhado em muitos monumentos. 

Das grandes construções que realizou, são conhecidos seis templos na Núbia, dois deles escavados na rocha, em Abu Simbel, com quatro estátuas colossais do rei. A leste do delta do Nilo, fundou a cidade de Pi-Ramesse ou casa de Ramsés, famosa por sua beleza e localizada de forma a facilitar as campanhas na Ásia. Em Tebas, concluiu o templo funerário de seu pai e construiu outro para si mesmo, atualmente conhecido como Ramesseum.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados