Colégio Web

Quem foi Mu’awiya ibn Abi Sufyan?

Publicidade

Mais conhecido como Muawiyah I, o primeiro califa da dinastia dos Omíadas, Mu’awiya ibn Abi Sufyan é uma figura muito importante dentro da História do Oriente Médio.

Portanto, nós vamos mostrar em detalhes nas próximas linhas um pouco da trajetória desta importante figura de vulto da História do Oriente Médio, que exerceu importante influência na região durante seu governo.

Nascimento

Mu’awiya ibn Abi SufyanMuawiyah I nasceu no ano de 602, entre os dias 29 de abril e 1º de maio, e morreu no ano de 680, numa data indeterminada para os historiadores e pesquisadores de História do Oriente Médio.

Ele é muito conhecido por ter sido o responsável por estabelecer a chamada dinastia Umayyad do califado, e também por ter sido o segundo califa do clã Umayyad, depois de Uthman ibn Affan.

Extremamente hábil nas políticas, principalmente no que diz respeito às relações externas, Muawiyah I se mostrou mestre ao lidar com o poderoso Império Romano do Oriente (Império Bizantino).

Além disto, ele também entrou para a História por ter lutado bravamente pelos muçulmanos contra os bizantinos na Síria, durante o primeiro e o segundo califado de Abu Bakr e Umar.

Dentre suas principais ações para vencer os bizantinos, ele foi o responsável pela formação de uma marinha de guerra, que foi criada para enfrentar e derrotar o Império Bizantino, que era reconhecido por sua força naval.

E foi esta marinha recém-criada que foi decisiva nos embates contra as forças navais bizantinas no Mar Egeu e também no Mar de Mármara.

A conquista de vários territórios

Com Muawiyah I, o Califado conseguiu conquistar vários territórios, expandindo a sua ação por um raio muito maior do que havia atuado até então.

Dentre os territórios conquistados por ele podemos destacar o Cyzicus, que acabou por se converter numa importante base naval para o Califado, não apenas para as batalhas contra o Império Bizantino, mas também contra outras ameaças.

Muawiyah I

Morte e legado

Ele morreu em 680, numa data indeterminada, sendo que, segundo registros feitos na época, ele teria dito pouco antes de morrer: “ Eu queria ter sido um homem comum de Quraish em Dhu Tuwa, que nunca viesse a conhecer o poder e a autoridade”.

Como seu grande legado, Muawiyah I acabou por deixar uma marinha, uma verdadeira frota, que foi capaz de rivalizar com a poderosa marinha bizantina e que foi capaz de proteger a costa do Califado.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados