Colégio Web

Quem foi Milton Friedman?

Publicidade

Um dos economistas mais famosos e importantes do século XX, Milton Friedman é também considerado um dos ícones do chamado liberalismo econômico moderno, sendo um de seus mais influentes pensadores.

Pois é sobre a vida e a obra de Milton Friedman que vamos falar neste artigo, lançando luz sobre suas ideias e sobre a sua trajetória, desde a juventude até a o fim de sua vida, mostrando um pouco mais sobre o homem por trás da “lenda”.

Nascimento, infância e juventude

Milton Friedman

Milton Friedman nasceu no Brooklyn, que é um distrito da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, em um dia 31 de julho, sendo que o ano era de 1912, fruto da relação do casal de origem judaica Sarah Ethel Landan e Jeno Saul Friedman.

O pequeno Milton Friedman era o quarto filho do casal, que passou por dificuldades financeiras antes de se mudar para Rahway, em Nova Jérsei, onde Jeno viria a iniciar uma fábrica têxtil.

De infância humilde, Milton Friedman era um aluno aplicado, e com isso, conseguiu se formar na Rahway High School no ano de 1928, contando apenas 16 anos na época.

No mesmo ano de 1928, Friedman conseguiu ingressar na Universidade Rutgers para cursar Matemática, mas ele acabou conhecendo dois professores que o levariam a descobrir suas inclinações e predileções pela Economia.

Um deles, Homer Jones, acabou por levá-lo para a Universidade de Chicago após sua graduação na Rutgers, no ano de 1932, com uma bolsa de estudos de 300 dólares, sendo que esta ação viria a mudar a vida de Friedman para sempre.

Na Universidade de Chicago, durante as aulas sobre teoria do preço, que eram ministradas por Jacob Viner, Friedman veio a conhecer a jovem Rose Director, que seria sua esposa.

Friedman Milton

Carreira

Colunista de uma revista semanal importante durante um bom período, a Newsweek, Friedman também se tornou membro do Departamento Nacional de Pesquisas Econômicas (EEUU).

Muitas das ideias defendidas por ele acabaram sendo aplicadas durante a primeira fase do controverso governo de Richard Nixon, sendo que também no início da década de 1970, após uma visita sua ao Chile, deixou um legado de pensamento que depois seria aplicado no país sul-americano durante o governo do ditador Augusto Pinochet.

Aliás, este é um fato que muitas pessoas simplesmente não o perdoaram por isso, o que levou Friedman a ser alvo de protestos durante a entrega do Prêmio Nobel no ano de 1976, que ele recebeu em Estocolmo.

Entre suas principais obras, podemos destacar Capitalismo e Liberdade, que foi publicado em 1962, exatamente durante o auge da chamada “Guerra Fria”.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados